Carnaval fora de época

Bloco da saudade

Se a moda pode buscar referencias no passado, porque não o carnaval?

Existe melhor festa para se sentir uma melindrosa, uma hippie, punk ou uma faísca da novela “Dancin’ Days” exageradamente estilizada, sem nenhuma restrição ou culpa?

Abra suas asas e o que está escondido nos armários e monte sua fantasia de ultima hora no melhor estilo retro, tão ao gosto da moda atual.

Para que os detalhes identifiquem a época escolhida da fantasia fique ligada nos modismos que encantaram o período. 

Folias do passado

1920 Andróginas e flapers

218-272-thickboxflapper-girl-costume-17520

Características

  • A bainha sobe e a cintura desce para os quadris.
  • Tempo de melindrosas (flaper girl). Copie estrelas como Pola Negri e Theda Bara usando boca vermelha de coração e olhos dramáticos pintados de negro.
  • Cabelo curto a “la garçone” para equilibrar pequenos chapéus.
  • Use e abuse de peles, franjas, plumas, bordados, flores e lantejoulas. 

1930 Cintura fina e glamour

adult-70s-disco-diva-12175-33990_zoomvintage_24_1930s_costume_with_vintage_fur

Características

  • Copie atrizes de Hollywood que influenciam a maneira de vestir das mulheres da época como Greta Garbo, Marlene Dietrich e Jean Harlow.
  • Cintura no lugar. Roupas delineando o corpo, com saias apertadas nos quadris. As pernas deixam de ser foco de atenção se transferindo para as costas, com decotes que beiram a cintura e a descobre quase totalmente.
  • O maiô de banho se tornou popular nesta década e era bem comportado.
  • Cores como violeta, bordô, vermelho, rosa shocking (lançada pela francesa Elsa Schiaparrelli) mais o preto e branco. 

1940 Restrição, Pin Up e “New look”

pin-up-1-1Carmen_Miranda_topo

Características

  • Durante a Segunda Guerra Mundial a moda entrou em confronto com o conceito de feminilidade, revolucionando a maneira de vestir com enchimento nos ombros, tailleur masculinizado e sapatos solado grosso.
  • Na falta de matéria prima, as mulheres adotavam toques alegres e criativos no vestuário. Turbantes para substituir chapéus, bijuterias para repor as jóias, plataformas para não gastar o material do sapato e toda a maquiagem possível. É a época de Carmem Miranda. 

1950 Dior e Marilyn

vestido de bolinhas

Características

  • Super feminina. Dior, Balenciaga e Balmain jogam com a cintura e muito tecido nas saias.
  • O cinema passava a exportar padrões de beleza de atrizes sensualmente liberadas. As mulheres da época ganharam mais independência e adotaram a moda dos decotes e das calças compridas. Entre as silhuetas da época os justos de Marilyn Monroe, roqueiro tipo Elvis ou saias balão e o estilo trapézio do iniciante Yves Saint Laurent.
  • Para estar na moda as mulheres deviam aparentar sofisticação e a sensação que perderam horas para parecer belas. As sobrancelhas arquearam e se tornaram mais escuras, os cabelos ficaram “arrumadinhos” ou com rabo de cavalo, lábios vermelhos se delinearam e a maquiagem se tornou essencial.
  • Luxo nas estolas e joalherias muito elaboradas. 

1960 A revolução jovem

twister-sexy-deluxeuw-29626-1960_s-go-go-dancer-retro-flower-power-women_s-costume-7001

Características

  • Linha reta, futurista, geométrica ou bem inglesa, como a era Beatles.
  • As saias mais curtas que nunca, bem acima do joelho, batinhas, vestidos evasé e as “Hot pants”, shortinho que virou mania na época (e agora).
  • O estilo de Yves Saint Laurent, Paco Rabanne, Courréges, Pierre Cardin e a inglesa Mary Quant (inventora da mini-saia) dominaram a década.

 1970 Hippies e românticos

fantasias-anos-70-760s-costume

Características

  • Romântica, sonhadora e natural
  • Faça o amor, não à guerra é o lema do início da década. Entre túnicas batik, tie-dye, micros e maxissaias. O jeans acaba sendo o vencedor, de preferência surrado e cheio de enfeites.
  • Quando a década de 70 estava terminando iniciava o fenômeno das discotecas, que no Brasil teve seu auge na novela “Dancin’ days”.
  • O estilo da época foi o “Flower- power – hippie”, nascido em San Francisco da Califórnia. A galera vestia jeans bordados de flores, pantalonas boca sino, saias longas e vaporosas até o chão, algodões estampados com pequenas flores (Laura Ashely), anáguas com encaixes de renda, chapéus de palha adornados com flores, cabelos “pré-rafaelistas” suavemente ondulados ou frisados.

1980 Disco e atitude

madonna2-180sfashiongirl_jpg_opt298x586o0,0s298x586grease-bad-sandy-803065

Características

  • Look exagerado, poderoso, colorido.
  • Ombros marcados por ombreiras enormes, cintura e quadris desenhados.
  • Década marcada pela influência japonesa no mundo ocidental da moda (Pauperismo). Amplidão, sobreposições, assimetrias novas texturas e combinações de cores fugindo do tradicional, dividindo espaço com a influência punk e roupas de grandes ombreiras batizada de “powerlook”.
  • A moda punk é desta época e fica fácil de identificar o estilo com penteados e vestimentas.
  • Década colorida, com um festival de cores primárias, também promoveu o preto a cult.
  • Inicio profissional da cantora Madonna com o figurino exagerado da época e que pode ser copiado para uma noite de carnaval.