Texas Vibe

Moda a galope nas passarelas internacionais

Dior, Chanel, Desquared2, Nina Ricci, Lowe, Jil Sander, Alexander McQueen são alguns dos estilistas influentes que escolheram o velho e o novo oeste americano como imagem para seus produtos de moda.

Fazia tempo que a moda não buscava referência no oeste americano

Verdade que estilistas como Ralph Lauren, nunca deixou de buscar inspiração nos colonizadores da América em suas coleções e Raf Simons  na sua “debut collection” para Calvin Klein apostou nesta tendência.

A moda olhou para o velho oeste com maior interesse depois que a diretora artística da Dior, Maria Grazia Chiuri, (na coleção resort 2016 que desfilou na Califórnia), costurou a francesa Dior com legítimos representantes do estilo “Wild Wild West”, em uma clara mensagem “Paris-Texas” (a cultura do rico estado americano com a sofisticação de Paris) tornando a trend elegante na visão dos consumidores.

Karl Langerfeld também ajudou a impor a tendência na inspiração para a Chanel em 2013, com a coleção “Metiers d’Art” Paris Dallas, mostrada no Fair Park de Dallas com fortes influências navajos e no trend dos cowboys.

A estrela solitária

O Texas, o estado da estrela solitária, é quase um país (existem fortes movimentos separatistas).

Com uma superfície que dobra o tamanho da Alemanha e um produto interno bruto que o projeta como o décimo primeiro território mais rico do planeta, inspira artistas, cineastas, músicos e a moda.

O enfoque não é só pela história riquíssima dos cowboys e índios, mas também por ser o território mais desenvolvido economicamente dos Estados Unidos com um “american way of life” requintado e luxuoso, como foi mostrado no seriado Dallas, que nos anos 1980 o colocou no mapa da sofisticação, confirmando que existe muito mais do que cowboys e petróleo por lá.

Western Boho

Encanto com o Wild West

Mas não associe esta tendência a moda country  e nem ao estilo usado pelos  “sertanejos universitários”.

Ninguém deve se montar de vaqueiro e nem de mocinho dos filmes de bang bang para se adequar ao estilo.

A proposta desta vez é mais sofisticada com mais intimidade com os filmes de faroeste dos anos 1950 e em Elizabeth Taylor, quando após o êxito do filme “National Velvet”, casou com Conrad “Nicky” Hilton e se estabeleceu na cidade de El Paso, Texas.

O “Western Boho” possui características muito marcantes  nas botas de couro, franjas, suede, nobuck, couro, estampas navajo, camisas jeans com bordados estilizados, cintos com fivelas, bordados de rosas, cintos elaborados, chapéus (no velho oeste fazia muito sol e também símbolo de status) vestidos femininos, cintura marcada, saias longas, estampas étinicas, babados e jeans no estilo dos cowboys.

Como adotar  estilo Wild West


Comece aos poucos

Inicie com um cinto mais grosso e fivela não muito grande, invista em alguma peça com franjas, use e abuse dos xadrezes, camisas bordadas, bandana e, claro, aposte no couro e nos jeans.