Sandália Certa

Como escolher a sandália ideal

imagesca6fl1o70f58c0063bf602deda9c2cf1400805fb

A mesma avaliação dedicada ao corpo deve ser estendida aos pés.

Coordenar a anatomia do pé com o formato da sandália não é tarefa das mais fáceis. É comum tropeçar na moda e adotar modelagens que não favoreçam o formato dos pés.

milan-fashion-show-sexy-high-heels-sandals-designer-shoes-women-party-club-wear-11cm-size-35-to-40neutral-sandals-summer-2016-192757-1463436665-promo_300x0c

  • Para usar bem sandálias, é fundamental um pé bem cuidado. O fetiche não está na modelagem do calçado e sim no pé de quem o veste.
  • A altura e o formato do salto são importantes no resultado. Os quadrados ou grossos emagrecem pés roliços, sem representar perigo aos pés magros, desde que as tiras da sandália não sobre nas laterais. Os saltos altos e finos desequilibram visualmente as pernas grossas, mas favorecem pernas finas.
  • Sandálias de tiras fininhas calça bem a quem tem o formato do pé bem desenhado, sem calos ou joanetes. Porque exibir pontos fracos se existem sapatos fechados tão sedutores quanto sandálias?
  • Os calcanhares não podem ultrapassar os limites das sandálias, assim como os dedos não podem “fugir” do espaço dedicado a eles, apontando para fora.
  • Dedos separados tendem a se distanciar ainda mais em sandálias muito abertas. Prefira modelagens com tiras largas ou afuniladas para frente.
  • Se existem rachaduras no calcanhar, escolha modelos fechados atrás que ajudam a esconder o problema, além de firmar o andar.
  • Modelos com tiras envolvendo os tornozelos estão liberados para quem os tem finos. Tiras trançadas nas pernas funcionam para pernas jovens, longas e bem feitas. Evite se tem perna reta ou volumosa.
  • Pés roliços nunca devem vestir sandálias de tiras finas, sob o risco de parecerem amarrados. Adote tiras largas, também modernas.
  • Para usar salto alto e fino é fundamental conhecer a arte de “pisar em ovos” para não andar parecendo uma malabarista.