Profissão Moda

Profissionais da moda

coco-chanel-photo-by-douglas-kirkland-1024x742-350x500

Quem se deslumbra com o glamour dos desfiles, nem imagina todo a rede de profissionais envolvidos nos bastidores e os inúmeros obstáculos superados para que a roupa possa brilhar na passarela.
Disfarçada pelo brilho dos estilistas, a indústria da moda tem por trás das belas roupas e espetáculos fantásticos todos os problemas comuns a qualquer empresa, só que ao contrário do fabricante de geladeiras que oferece um produto fundamental para a sobrevivência atual, a moda vende um sonho, um desejo que precisa ser renovado a cada estação.

Futilidade levada à sério

coco chanel movie

É o impacto das mudanças que faz a moda tão interessante, uma fuga aos problemas reais permitido – uma “futilidade” levada á sério.
E para a felicidade desta indústria, o “fashion” esta sendo cada vez mais encarado como solução.
Hoje a aparência é uma ferramenta de trabalho e sedução.
O “profissional da moda” também mudou de conceito. Até pouco tempo, os pais torciam o nariz quando os filhos optavam por carreira nesta área.
As mudanças é o resultado da credibilidade das Universidades dedicadas a Cursos Superiores de Moda e Design e os salários superiores aos de outras profissões.

81186-Fashion_Models_Vol_1_No_13

Cadeia dourada

A imagem dourada que se faz do mundo da moda tem encorajado muitos a tentar este mercado, que de sonho não tem nada.
Em toda a sua cadeia a moda movimenta milhões, sendo uma grande geradora de empregos e uma das poucas indústrias onde o conhecimento dos veteranos é respeitado. Emprega na sua grande maioria a mão de obra feminina e de qualquer idade, desde a garota muito jovem, que pode ser manequim ou balconista até senhoras idosas como bordadeiras ou modelistas experientes.
Mas diferente do passado em que a tradição exigia que a formação dos estilistas fosse feita dentro dos ateliês de costura, à sombra dos mestres, o mercado atual precisa de profissionais capacitados não só no estilo, intuição e criatividade, mas que também dominem técnicas de marketing e informática.
E não existe mais a idéia de que a única profissão que existe neste mercado é para estilistas de moda.
Com um diploma na mão ou experiência de trabalho existem muitas possibilidades reais neste negócio de milhões que brinca com a fantasia.

Segmentos da moda

imagesCAKRPBV5

As faculdades de moda ou cursos técnicos não formam apenas estilistas. O objetivo é preparar profissionais para atender a vários segmentos da moda, tão importantes quanto criar roupas.

Profissão: Estilista

escola de moda 2

• Estilista é o profissional que agarra no ar as tendências. Trabalha com imagens, inspirações que podem vir de qualquer elemento. Sabem modernizar atitudes do passado e ser uma parabólica ligada no futuro.
• O trabalho exige senso de observação, cultura, conhecimento da história da roupa, uma mentalidade aberta às múltiplas realidades da vida, equilíbrio para saber a diferença entre o comercial e o marketing, além da capacidade de ouvir críticas.
• A função do estilista é criar roupas que vendam. A roupa não é arte e sim um produto industrial que gera empregos e precisa obter bons resultados comerciais, para que sobreviva. Se dá bem nesta produção quem consegue inovar, sem perder a venda.
• O trabalho começa com pesquisas baseadas nas tendências da moda adaptadas a realidade de cada mercado.
• O estilista escolhe as cores, texturas, modelagens, busca fornecedores da matéria prima, desenha e acompanha toda a cadeia de produção.
• A cada estação mudam tecnologias, materiais e comportamento, exigindo um eterno “começar de novo”.
• A formação ideal são as Faculdades de Moda e estágios para aprender a engrenagem e o calendário da indústria. É importante saber desenhar (ou expressar o estilo), conhecer cores, tecidos, entretelas e aviamentos.
• O estilista precisa saber noções de modelagem, corte e costura para desenhar o que é possível ser feito economizando tempo, tecidos e custos operacionais na produção.
• De quebra ainda tem que transbordar talento para o marketing pessoal e profissional.

Profissão: Estilista de calçados

agulha

• O profissional de calçados tem mais responsabilidades na modelagem do que o estilista de roupas.
• Um decote a mais na roupa, é sensual. Nos sapatos, um total desconforto.
• O estilista de calçados, além de estar antenado nas tendências da roupa e acessórios, deve ter conhecimento de anatomia e ortopedia dos pés, materiais e modelagem.
• O estilista de calçados deve transpor para a realidade da produção e mercado a expressão das formas e modelos criados ou adaptados de acordo com as tendências da estação. Tem que pesquisar, desenhar e acompanhar a evolução e produção do sapato.
• Milímetros neste trabalho são limites para o vestir bem. Para esta profissão é fundamental conhecer calçados. Um curso universitário ou técnico é o melhor caminho com estágio em fábricas para entender de modelagem, estágios de produção, matéria-prima, meios de economizar nos custos do produto final e até o marketing do produto. Um Curso Superior de Moda complementa.

Profissão: “Fashion stylists”

imagesCA1EW26R

• O “ fashion stylists” (se fala -stailist) é uma profissão cada vez mais importante no universo da moda.
• Atuam como um reforço na coleção, elo entre o estilista e o produtor.
• São os responsáveis por transformar conceitos fora de moda em imagens modernas.
• O “stylist” complementa o trabalho do estilista e dá pistas ao produtor.
• É um colecionador de referências com formação multidiciplinar, deve conhecer moda profundamente, entender de artes, marketing, publicidade, ter idéia de sociologia, psicologia, estética, mercado da moda, música, cinema e ter a capacidade de traduzir tudo isto, com códigos contemporâneos na informação visual da roupa em cena.
• Este profissional analisa as coleções, dá consultoria, sugere tecidos, texturas, cores, formas, seleciona modelos e até mudanças para compor a linguagem e a imagem de comunicação da empresa.
• As referências podem vir de revistas antigas e novas, filmes, obras de arte, traços culturais ou elementos que inspiraram a coleção do estilista.
• Trabalha criando “imagens” para fotógrafos, estilistas, produtores e empresas. Criam conceitos para catálogos, coleções, publicidade, desfiles e editoriais de moda.
• Com estes profissionais a coleção adquire formato e conteúdo, e pode se transformar em tendências.
• Para entender melhor o desempenho, seria como se o estilista fizesse o roteiro e o stylist dirigisse o filme. Sem desprezar a idéia original, pode acrescentar um toque pessoal ao conjunto.
• Stylist não é produtor. O produtor complementa o visual de uma roupa com acessórios ou boas idéias criando um “look”. O stylist trabalha a personalidade da roupa, cria o conceito. A ação é em cima do resultado visual e não necessariamente do comercial, apesar dos resultados financeiros serem importantes.

Profissão: Figurinista

escola de moda capa

• Figurinista é o profissional que cria peças que se ajustam a um roteiro ou figurino especial.
• Pode elaborar indumentárias para o teatro, cinema, novelas, ballet, bandas de rock, campanhas comerciais tanto contemporâneas quanto as de época ou desenhar figurinos para show ou escolas de samba.
• Um curso superior de moda ajuda, (cursos específicos de figurinista, só no exterior) mas o importante é aprender história, ter disponibilidade para pesquisas, ser muito perfeccionista, saber desenhar e desenvolver a mágica de pesquisar materiais e truques para baratear e apressar a produção, mas que no visual final resultem elaboradas e ricas.
• O figurinista precisa conhecer cores, modelagem, noções de cabelo e maquiagem, ser observador e ter boa memória visual.

Profissão: “Personal stylist”

ziper

• Estes profissionais trabalham como consultores de visual para pessoas que não querem perder tempo ou não sabem o que vestir. Pessoas públicas, políticos, músicos e muitos profissionais liberais tem seu “Personal stylist” para ajudar no estilo pessoal, nas compras de roupas ou indicar como vestir em cada ocasião.
• O consultor tem que ter um excelente conhecimento de moda e estética, saber muito sobre cores e estilos que favorecem a cada tipo físico, conhecer tecidos, entender de regras de etiqueta (inclusive internacional), cabelos e maquiagem adequada e combinações de cores e roupas.
• Deve saber organizar um guarda-roupa, uma mala e noções do que vestir em cada lugar ou país, além da manutenção certa das roupas.
• A formação ideal é nas Universidades de Moda, cursos técnicos e livros sobre estética e moda e muita observação e bom senso.

Profissão: Editora de moda

imagesCAUXFFL2

A imagem glamourosa não se encaixa a esta profissão dinâmica que tem funções acumuladas de escrever reportagens, estar super antenada nas tendências, coordenar produtores e fotógrafos, direcionar a visão da moda para cada segmento e selecionar pautas de interesse geral.
A formação ideal é a Faculdade de Jornalismo com um esmerado conhecimento em arte, moda, comportamento, noções de fotografia e fluência no inglês e francês, línguas fundamentais no globalizado mundo da moda

Profissão: Engenheiro ou designer têxtil

Tweed_making_at_the_Leach_family_woollen_mill_at_Mochdre

• O trabalho deste profissional é calcular novos desafios para tecer panos, calcular e testar tecnologias para tear ou criar pontos para malharia e tecelagens.
• Este designer pode desenvolver materiais diferentes ou inovadores, trabalhando em uma tecelagem ou ateliê próprio.
• A formação ideal é cursar Engenharia têxtil e Desenho de Moda, mas sensibilidade para entender o desejo de uma indústria ou cliente e originalidade são parte do trabalho.

Profissão: Compradora

compra-inteligente-para-economizar-dinheiro-personal-shopper

• A função de uma compradora é escolher a mercadoria que vai ser vendida em lojas multimarcas ou de departamento, com a responsabilidade que as peças vendam bem e tragam um retorno financeiro a empresa.
• Esta profissão exige dinamismo e organização, pois desempenha muitas tarefas ao mesmo tempo. Cuida das compras, pesquisa tendências, faz planejamento, administra orçamentos buscando custos adequados ao que a loja pratica.
• Também desenvolve coleções, coordena fornecedores para que as mercadorias estejam na loja na hora certa, além de manter constante contato com as lojas para pesquisar o que está vendendo e o que os consumidores estão buscando.
• A formação não exige diplomas e sim um enorme conhecimento em administração, constante atualização de moda e mercado e bom treinamento nas lojas. Muitos dos melhores compradores de lojas começaram como vendedores.
• Os compradores de grandes lojas geralmente viajam para o exterior duas vezes por ano e pesquisam muito em revistas estrangeiras, para definir as tendências. O conhecimento de inglês e francês é fundamental.

Profissão: Produtor de moda

Roupas-que-estao-na-moda-seudinheiro-istock-635x423

• Produtor de moda é o profissional responsável pela produção visual dos modelos que posam para uma revista, jornal, vídeo catálogos ou campanha publicitária.
• O trabalho começa após o editor de moda definir a pauta e tendências que serão abordadas. O produtor sai as ruas, shopping, show room e fábricas em busca de material adequado a matéria. Este é um profissional que trabalha antes, durante e depois da produção.
• A formação exige muita prática, leitura especializada, conhecimento de luz e cor, cabelos, maquiagem e estar sempre bem informado quanto às tendências internacionais de cada estação.
• Muitos ex- modelos aproveitam a experiência adquirida nos trabalhos seguindo esta profissão. Cursar uma Universidade ajuda, mas os macetes e contatos só na pratica.
• Não é a profissão para quem busca o estrelato. Exige disciplina, dedicação e sensibilidade.
• Não tem horários fixos – geralmente é o primeiro profissional a chegar em um trabalho e o último a sair.

Profissão: Ilustrador de moda

desenho

• Quando a moda começou a ser comercializada pelos catálogos franceses, nenhuma garota de família ousaria posar como modelo. Surgia então a profissão do ilustrador de moda. Um desenhista que entendia de moda e desenho e retratava belas garotas vestindo os novos lançamentos.
• Muitos ilustradores deixaram um toque de arte em suas ilustrações. O mais famoso foi o russo Erté (nome adaptado das iniciais R.T.) que em Paris desenhou para as revistas mais importantes mulheres curvilíneas, expressivas e muito estilizadas, influenciado pelas miniaturas persas e indianas e no movimento art Deco.
• O estilo do italiano René Gruau também é conhecido. Desde adolescente já desenhava para revistas de moda em uma carreira que atravessou cinco décadas. Suas campanhas mais famosas foram para os perfumes Christian Dior a partir de 1946.
• No Brasil, durante os anos 1950, Alceu Penna e suas garotas desenhadas mostravam os lançamentos de moda na revista “O Cruzeiro”.
• Durante os anos 1980, o porto riquenho Antônio dominou a arte.

024026017041

Desenhos valorizados

• Modelos e produções caríssimas, problemas de uso de imagem e a opção dos desenhos de moda pela sofisticada revista “Visionaire” valorizaram o mercado dos ilustradores de moda. Reciclados pela tecnologia que a informática possibilita, alguns profissionais disputam o estrelato no mesmo podium e salários das melhores modelos e fotógrafos de moda.
• Para trabalhar nesta profissão é fundamental conhecer moda, desenhar bem e entender de computação gráfica.
• Exige muita criatividade. Diferente da fotografia que registra todos os elementos em exposição, o ilustrador parte de uma folha em branco onde tem que idealizar personagens, dar luz e sombra, movimento e cenário.

Famosos ilustradores de moda internacional

Bee Murphy
Da Nova Zelândia, ela vem do design de animação. Inspira o seu trabalho nos quadrinhos japoneses, seu ideal feminino e a boneca Barbie.

Graham Rounthwaite
Inglês, adora o instantâneo da vida metropolitana. Uma reportagem neo-realista com Londres e seus habitantes é o que o inspira.

Liselotte Watkins
Comunica personagens felizes de viver, de vestir bem, carinhosas. Inspiração que vem dela própria, dos melhores amigos e de pessoas felizes que encontra pelo caminho.

Jason Brooks
É o mais glamouroso e conhecido no circuito fashion. Estudou na mesma escola de Alexander McQueen e John Galianno, a Central Saint Martins.
Vê a moda por um estilo de vida. Dono de um traço realista e sofisticado faz primeiro o desenho, passa no scanner e trabalha no computador mixando os programas “Adobe Ilustrator” e “Photoshop”. Tem endereço virtual: www.jason-brooks.com.