Origem dos Nomes

Como surgiram e a origem dos nomes de algumas roupas
Blazer

O blazer marinho com botões dourados se originou em 1860, como uniforme do navio do exército inglês H.M.S. Blazer. Hoje é um aliado em qualquer guarda roupa.
A versátil calça cáqui deriva dos uniformes que os ingleses usaram na Índia e retornou a cena na Segunda Guerra Mundial.

Smoking

Do inglês: fumando. Originalmente era um traje tipicamente masculino usado nas reuniões íntimas, quando os homens se encontravam para fumar, na segunda metade do século Dezenove.
Mais tarde o smoking se transformou em paletó formal em tecido (geralmente seda ou veludo) negro ou azul escuro, com lapelas em cetim.
Na década de 60 o costureiro francês Yves Saint Laurent, presenteou as mulheres com o smoking em formas ajustadas e femininas.

Botões

A invenção do botão causou uma repulsa geral quando introduzido nas roupas femininas e masculinas. O que distinguia no início do século XIII as pessoas levianas das de juízo era o uso dos botões. Ousar colocar botões em um vestido, calção ou blusa era ser absolutamente despudorado. As roupas antes dos botões eram costuradas ao corpo ou presas por laços.
Cada vez que um homem ou mulher precisava se despir, a roupa tinha que ser descosida e novamente costurada ao vestir. O uso dos botões facilitava o retirar e o vestir as roupas em qualquer lugar e a qualquer hora, e por isto eram tão mal vistas pela sociedade conservadora que considerava o artefato um convite ao pecado.
Algumas décadas depois o uso do botão se desvencilhou dos preconceitos e passou não só a abotoar, mas também a ornamentar as roupas.

Casa na lapela dos paletós

A casa na lapela dos paletós data da época em que o Príncipe Albert era noivo da Rainha Vitória, na Inglaterra. Conta à história que a rainha ofereceu um pequeno ramalhete de suas flores preferidas ao consorte que sem saber onde colocá-las, tirou do bolso um canivete e abriu uma casa na lapela do paletó enfiando as flores para que o perfume o fizesse lembrar da mulher amada.
No dia seguinte todos os alfaiates londrinos recomendavam a seus clientes as lapelas com pequenas casas como um sinal de elegância e romantismo que permanece até os dias atuais (noivos sempre usam uma flor na lapela).

Botões nas mangas

Os botões que enfeitam as mangas dos paletós eram usados inicialmente no cotovelo para que desabotoados facilitassem os movimentos de articulação dos braços nas batalhas, sem rasgar ou descosturar o tecido.
Foi Frederico, o Grande quem bancou o estilista e mudou o lugar dos botões para o punho. Mas não imagine que a mudança era estética. Na verdade era uma punição. Os botões desceram para os punhos para evitar que os soldados continuassem limpando o nariz com a manga dos uniformes.