Retorno das Boinas

Elas estão de volta

Acessório obrigatório para outono-inverno 2019.

Ela surgiu na França no século 17, se tornou parte do uniforme de intelectuais, virou revolucionária e cobriu a cabeça de ícones da moda.

Depois da pochete, a boina é o novo item do passado descoberto pelos estilistas mais descolados
De França para o mundo, as boinas diversificaram-se e são hoje o acessório preferido na estação fria.
Na lista de apostas da Pinterest a boina aparece como uma das mais consultadas no app.
Foram renovadas pela Gucci, em versões modernas mas com o allure vintage de sempre.

Chanel e Maria Grazia Chiuri, no desfile para o outono/inverno da Dior deram a este acessório um regresso épico com versões modernas, em diferentes tecidos, com padrões ou brocados.

 

Quase uma obra de arte a boina (ou beret) faz de um simples recorte redondo de tecido  um acessório sexy e descomplicado que já se apoiou em cabeças de artistas famosas e complementou a moda jovem dos anos 1960 usada por Twiggy, uma das modelos mais fotografadas da época.

boinas-tendencia_1

 O acessório tem tudo para ser sucesso ocupando o lugar dos gorros, que viraram febre nas últimas temporadas.

Beretmania

Brigitte Bardot beret2

Pense naquelas boinas que ficaram famosas como parte do estilo das francesas, como Brigitte Bardot e que  também fizeram parte do vestuário das mulheres nos anos 1920

  • Gorro macio e circular que teve origem na Grécia ou Roma Antiga. Tem dois modelos básicos: Basca, com a borda aparecendo e Modelaine, sem borda.
  • O rabicho de cima era costurado inicialmente para esconder o orifício da tecelagem.
  • Estiveram muito em moda, adornadas em 1880, para depois voltarem à forma original.
  • Nas Guerras Mundiais se tornaram populares, pela falta de elásticos para chapelaria.
  • As boinas estilo Beret conferem um ar sofisticado sem arrogância. Podem ser equilibradas de um dos lados da cabeça, jogadas para trás ou escondendo os cabelos no estilo Giorgio Armani.
  • Em cores neutras se transformam em um dos formatos mais versáteis de chapéu. Em tons mais marcantes, enfeitam sem dar pinta.

is (4)

  •   Especiais para viagens (não ocupam nenhum espaço na mala) e conferem um ar arrumado, mesmo se o cabelo não estiver bom.
  • As boinas não respeitam idade e nem época. Ficam bem em qualquer faixa etária e não chocam como outros tipos de chapéus.

Cabeça feita

Um agradecimento especial a Brigitte Bardot e Twiggy, que fizeram da boina uma das peças-chave de estilo, além de muitas outras cabeças famosas que popularizaram o uso deste chapéu associado a França.