O criador do Prêt-à-porter

Retrospectiva de Pierre Cardin prevista para o Museu do Brooklyn
006-pierre-cardin-theredlist
A moda espacial e os projetos futuristas de Cardin serão mostrados de 20 de julho e vão até 5 de janeiro.
A corrida espacial dos anos sessenta fascinou Cardin, que sempre adotou uma abordagem futurista ao seu trabalho.
Cronometrado para o 50º aniversário do pouso na lua da Apollo, o Museu do Brooklyn apresentará “ Pierre Cardin : Future Fashion”, uma exposição dedicada à carreira de sete décadas do designer francês.
O estilista ficou fascinado pela corrida espacial dos anos sessenta
pierre-cardin-fashion-dpages-blog-5
Durante uma visita à NASA, Cardin subornou um guarda de segurança para poder experimentar o traje espacial de Neil Armstrong.
Em uma entrevista, Cardin relembrou o que disse ao guarda de segurança: “Veja, senhor, minha maior felicidade na vida seria vestir esse traje”. E ele me disse que era impossível. Ele estava prestes a colocá-lo em um estojo de vidro transparente quando eu disse: ‘Ouça, seja amigo’.
Ele me fez uma grande gentileza e eu dei uma nota de $ 50. E ele tirou minha foto.
O designer francês de 96 anos olhou para viagens espaciais e mundos desconhecidos para inspiração futurista.
A retrospectiva dos EUA contará com 170 peças que datam dos anos cinquenta até o presente com o pronto-a-vestir, acessórios, fotografias, filmes e outros materiais dos arquivos de Cardin.
Membro da Académie des Beaux-Arts, Cardin ele conheceu inúmeros líderes mundiais, artistas e forças culturais ao longo dos anos.
Os primeiros dias de designer foi no atelier de Christian Dior.
Sua perspicácia nos negócios resultou em centenas de licenças.
O curador de moda e cultura do Museu do Brooklyn, Matthew Yokobosky, planeja destacar como a estética arrojada e voltada para o futuro do artista influenciou não apenas a moda, mas também o mobiliário, o design industrial e outros setores.
O estilista da Era Espacial é o tema do próximo documentário que P. David Ebersole está produzindo com Todd Hughes intitulado “House of Cardin”.
No documentário um registro para os quatro anos de relacionamento com Jeanne Moreau.
Cardin também desenhou figurinos para o filme francês de 1946 “A Bela e a Fera”, entre outros filmes.
“As roupas que eu prefiro são as roupas que invento para um estilo de vida que ainda não existe – o mundo de amanhã”.

AO COMPRAR UMA ROUPA NOVA DEVEMOS AGRADECER A PIERRE CARDIN

5ace7bae075c3c0fdcb07576a6735d09

ELE FEZ A MODA VIRAR UM BOM NEGÓCIO

COM CONCEITOS DE MODERNIDADE E PRATICIDADE, O CRIADOR DO PRÊT-À-PORTER REVOLUCIONOU A MODA E OS COSTUMES

cardin80_1885776i

Nunca a combinação criador de moda/homem de negócios foi tão bem-sucedida 

pierre_cardin_saint_merri_6_t_640_0

Criativo, polêmico e introdutor de novos conceitos na alta-costura, como a modernidade e a praticidade, o estilista tem sido, ao longo de 50 anos de carreira, um dos grandes revolucionários em sua classe.

Afinal, qual estilista pode se dar ao luxo de fazer com que mais de vinte milhões de pessoas já tenham usado qualquer um dos 500 itens que levam a sua própria marca, desde os famosos Beatles até pessoas comuns?

Mas o mérito de Cardin não está somente no fato de popularizar a alta-costura com o prêt-à-porter, transformando o “vestir com qualidade” em um produto (mais) acessível.

Historicamente, o estilista antecipou na roupa as mudanças e os comportamentos sociais de cada década, trazendo a moda para as ruas, revigorando o estilo masculino de vestir, sempre com um pé no futuro.

Em 1959, Cardin resolveu vender sua primeira coleção feminina de alta-costura na Printemps, a famosa loja de departamentos de Paris.

Como resultado de tamanha ousadia, foi expulso do Chambre Syndicale (o órgão dos grandes criadores e do qual dez anos depois ele se tornaria presidente).

Também gerou polêmica em 1993, quando seus perfumes passaram a ser vendidos na rede de supermercados Carrefour a preços 30% menores que os das lojas especializadas.

Não é de admirar que conseguisse sua independência financeira sem ter sócios ou grandes grupos como seus financiadores.

Como único dono de sua marca, autofinancia seus próprios investimentos e reinveste tudo em centenas de franquias espalhadas em mais de cem países – são só de roupas, mas de acessórios, móveis, colchões, vinhos, snooker, caviar, chocolates, louças sanitárias e até aeronaves e carros de tiragem limitada.

A grife Cardin gera 200 mil empregos no mundo, 3 mil deles só no Brasil, onde Pierre Cardin está desde 1968

Frases do mestre

cardin90_1885779i

“Sou um costureiro que se reconhece sem ver a marca.”

“Elitismo não combina com o século 21″.

” Elegância não se aprende: é preciso ser, não parecer.”

“A moda é a transmissão da civilização.”

“Um mundo sem a moda seria cinza e triste, e milhões de pessoas não teriam do que viver.”

“Elegância não é ostentação.”

“Vestir é uma atitude que exige bom gosto e auto conhecimento.”

“Nós temos um estilo e podemos nos repetir um pouco, mas não é nunca a mesma coisa, sempre acrescentamos algo diferente.”

“Direciono meu trabalho para o século 21 porque o amanhã é mais estimulante que ontem”

“O meu estilo é uma forma de simplicidade, de geometria, de construção linear. A roupa é construída como uma casa. Eu penso um modelo com seu volume exterior e coloco o corpo dentro. Não visto um corpo, ele que entra na roupa.”

“Já imaginou a monotonia da moda sem as cores, os perfumes?…”

Similitude. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress and furniture -

“Minhas fragrâncias são únicas e atemporais. Quero que as pessoas usem estas criações para sublinhar a própria personalidade. Perfumar-se é uma importante forma de expressão.”

“Vivemos a era da valorização do corpo e da sensualidade contida.”

VISUAL PIERRE CARDIN

1992. Pierre Cardin Haute Couture Creation Dress - 1992

1992

 1972. Pierre Cardin Haute Couture Creation Coverall -

1972 

1990 Parfum Rose. Pierre Cardin Haute Couture Creation -

1990 Parfum Rose 

2008. Pierre Cardin Haute Couture Creation "Palais Bulles" shooting Sunflower dress -

2008

1999. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress - 1999

1999

1986. Haute couture Creation Dress -

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

1986

1959. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress -

 1959 

1962. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress -

1962

1992. Pierre Cardin Haute Couture Creation - 1992

1992

2009. Pierre Cardin Haute Couture Creation Dress -

2009

1959. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress -

1959

1994. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress -

1994

 1991. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress -

1991

1957. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress -

1957 

1999. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress -

1999

1991. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dress - 1991

1991

1962. Pierre Cardin Haute Couture Creation Skirt suit -

1962

 2012. Pierre Cardin Haute Couture Creation Dress and suit -
2012

 2012. Pierre Cardin Haute Couture Creation Dresses -

2012

2010. Pierre Cardin Haute Couture Creation Evening dresses -

2010 

2011. Pierre Cardin Haute Couture Creation "Aircraft carrier" fashion show -

2011

 2012. Pierre Cardin Haute Couture Creation "Water Cube" fashion show -
2012

 2008. Pierre Cardin Haute Couture Creation "Palais Bulles" fashion show -

2008 

2008. Pierre Cardin Haute Couture Creation "Palais Bulles" shooting Sunflower dress -

2008

Fashion show at Railways museum in Beijing. Haute couture Creation - 2015

Fashion show at Railways museum in Beijing. Haute couture Creation - 2015

Ele criou

  • Jaquetas sem colarinho e sem lapela (The Beatles)
  • Versão feminina do terno
  • Gola capuz
  • Bodysuits (macacão justo com mangas compridas, fechado com zíper ou botões do umbigo até o pescoço. Também conhecido como catsuit) –
  • Modelos curtos na alta-costura
  • Coleções de primavera
  • Corte enviesado
  • Formas geométricas
  • Malhas modeladoras