Mais que perfeito Homem

Camisa perfeita
Colarinho
• Camisas sociais exigem colarinhos mais firmes, se possível com barbatana na gola
• Camisas esportes tem colarinho mais macio.
• O colarinho é a cereja da camisa e precisa ser muito bem feito. As entretelas devem estar coladas perfeitamente para não criar bolhas depois de algumas lavagens. As grandes camisarias têm máquinas para colar as entretelas na temperatura certa.
• O colarinho precisa ser do tamanho exato do pescoço, principalmente em camisas sociais que serão usadas com gravata.
Punho
• O punho também leva entretela, portanto exige o mesmo cuidado do colarinho.
• A abertura do punho precisa ter a medida certa para poder remangar até acima do cotovelo. Carcelas pequenas não permitem remangar, especialmente em braços volumosos.
Costuras
• As costuras duplas nas camisas dão mais durabilidade. A camisa correta precisa ter a costura escondida. Acabamentos com “overlock” denotam uma péssima mão de obra.
Cava
• A cava tem que vestir bem o braço e deixar uma folga nas axilas para o tecido não apodrecer com o suor e desodorantes.
• A costura do ombro tem que ser exatamente em cima do ombro.
Tecidos
• Os tecidos é que fazem uma camisa de qualidade. As de algodão são as mais confortáveis, mas um toque de poliéster (para não amassar tanto) ou elastano (para camisas mais justas) são bem-vindos.
Tamanho
• No exterior se consegue comprar camisas com medidas próximas ao do consumidor, com tamanhos diferentes respeitando o tamanho do braço e comprimento da camisa e não apenas de colarinho, mas no Brasil isto não é comum.
• Portanto quem é baixo ou muito forte vai precisar dar uma reformada na camisa pronta para colocar no tamanho.
• A gola, o comprimento das mangas e da camisa precisam ser do tamanho do dono. Qualquer costureira está apta em diminuir alguns centímetros, mas o colarinho exige um toque mais profissional.