Correndo atrás dos tênis corretos

O Tênis na moda atual é para ser usado em todas as horas

imagesca3yf6d5best-white-sneakers-celebrities-180553-1452015402-promo_640x0c

O uso dos tênis fora das academias começou nas ruas e se alastrou nas passarelas

bg01

Com a benção da moda o tênis se transformou no acessório correto para muitas ocasiões.

Encare

best-summer-sneakers-gear-patrol-lead-1440

  • Combinam com vários tipos de roupas e comprimentos. Vestem bem com mini, midi ou maxi saia ou com calças justas e largas informais.
  • Rejuvenesce o look e combina com pessoas esportivas de qualquer idade.
  • Cobre pés brancos na meia- estação com mais competência que os assandalhados.
  • Vestem com jeans, saias mais longas ou calça curta, shorts, legging, bermudas durante o dia e com o terninho ou vestido descontraído na noite. Mas lembre-se que o tênis, mesmo com saltos ou plataformas, empresta um look informal em qualquer produção.
  • Brilhos e tênis para dançar no final de semana combinam, mas é inadequado para um evento social, onde um sapato de salto arremata o visual corretamente.

Perigo

5-essential-runners5

  • Proibido usar com meias de nylon. As meias ideais são as soquetes e 7/8 esportivas em algodão ou com as pernas nuas.
  • Tênis longe da academia não combinam com roupas caretas.
  • Inadequados para cenários mais formais, como um local de trabalho conservador ou festa alinhada.
  • Só combinam com bolsas esportivas tipo mochila, “shopping bag” ou modelos descontraídos em couro, palha ou tecido.
  • Evite o uso dos tênis e calçados esportivos em geral com jóias, bijuterias ou cabelos penteados. Esta moda é casual demais para toques de sofisticação.

Conheça melhor os tênis

landscape-1457034349-womens-cross-training-shoes

Os tênis de passeio ou treino precisam de tecnologia e muitos materiais para garantir conforto e beleza aos pés.

Já que este calçado hoje faz parte do guarda-roupa da grande maioria das pessoas é fundamental conhecer um pouco mais sobre eles, afinal a saúde dos pés depende destes importantes detalhes.

P.U.

É a abreviatura de poliuretano, material muito denso e extremamente durável, ao mesmo tempo macio e que tem efeito “mola”, importante amortecimento do tênis.

E. V. A.

Apesar de ter todas as características do poliuretano, o E. V. A. tem qualidade um pouco inferior e é mais barato. O P.U. e o E.V.A. são usados na entressola ou na palmilha dos tênis como partes imprescindíveis do amortecimento.

 Sola ou solado

3656683_fpx

É a parte que toca o chão, geralmente feita em borracha ou plástico injetado.

Cabedal

É o corpo do tênis

 Contraforte

imagescaxj98vp

Linha que fica atrás, protegendo o tendão de Aquiles.

Entressola

Fica entre o sapato e a palmilha.

Dentes

Proporcionam maior aderência ao solado

Grip

milan-fashion-week-fw16-sneakers-0

Um tipo de ranhura do solado que dá mais estabilidade na quadra, evita derrapagens e proporciona movimentos rápidos ao atleta.

Ranhuras ou ondulações

Dão estabilidade ao solado. Para o basquete, ranhuras circulares. Para as corridas, as ranhuras devem ter travas de borracha.

Os detalhes que garantem conforto

imagescaiyosqz

Forração

Protege contra o atrito das costuras internas, evitando bolhas.

Material externo (cabedal)

Servem como proteção. Pode ser de couro, plástico, tecido ou misto.

Influencia no peso, exigindo modelos mais leves para esportes de longa duração.

 Solado

imagescayzytqu

Importante no atrito com o solo. Devem ter espessura que suporte o impacto e amortecedores nas áreas de maior impacto.

Fixação

É responsável pelo conforto do pé. O ideal são os modelos com cadarço.

Zonas de reforço

Servem de proteção ás áreas mais sujeitas a trauma e dão firmeza ao movimento. 

A idade do tênis

imagesca6ver71imagescad5k9g3

Os tênis são os calçados de maior tecnologia do planeta.

Os modelos são desenhados não só visando a parte estética, mas também a funcional, especialmente nos modelos para práticas esportivas.

Mas mesmo com tanta inovação, os tênis tem tempo de validade que deve ser levado a sério por quem treina regularmente

imagescag84oi1

Tipo de tênis       tempo de validade

Corrida                seis a oito meses   (média 22 km. por semana)

Caminhada        seis meses             (30 km. por semana )

Aeróbica            oito meses             (1 hora de ginástica, 3 vezes por semana)

Cross-trainers     doze meses           (1 hora de exercício, 3 vezes por semana)

Tecnologias criadas para atletas e adaptadas para o conforto

imagescavgcyqs

 Air

É o sistema de amortecimento da Nike. É uma pequena bolsa de diuretano plástico cheio de gás. Quando precionada, “devolve” o impulso. Serve como um colchão que evita impactos que causa problemas de coluna e joelhos.

Air bag

É o nome da bolsa que vem embutida na entreposta do tênis do tênis Nike.

Dynactif

Sistema que proporciona o movimento em todo o tênis, desenvolvido pela Le Coq Sportif

Na entressola de P. U. é colocado um “insert” – placa de borracha na parte traseira que absorve o choque e na dianteira que redistribui a energia concentrada, além de refleti-la por todo o calçado.

Dynatech

Um sistema de amortecimento desenvolvido pela Topper. Consiste em uma cápsula com colunas independentes uma da outra recheadas com material gelificado. Quando as cápsulas são pressionadas, elas retornam por igual ao ponto de partida.

Dynamax

Sistema desenvolvido pela Reebok usando câmaras de ar maiores, a entressola, cobertas com borracha transparente e conectadas por um canal de ar que flui para frente e para trás durante o movimento de andar.

DRS- Dynamic Return System

Uma placa de material químico de alta resistência localizada entre a sola e a entressola, Tem efeito de uma mola que retorna ao normal após a compreensão do pé e amortece a passada.

Maximum visible air

Bolsa de uretano com gás pressurizado visível através de uma “janelinha”, lançada pela Nike.

Pump air system

imagescahgd949

Infla algumas partes do tênis para ajustar melhor o calçado ao pé

Rainha system

Nome do sistema de amortecimento criado pela Rainha composto de um cilindro de material macio e flexível e três discos de borracha de cores e elasticidades diferentes. Estes discos funcionam como molas quando inseridos na entressola, diminuindo o impulso do pé com o chão devolvendo o impulso.

Soft cell

Sistema de amortecimento da Adidas composto por duas camadas de esferas elásticas dentro da sola, que se contraem para amortecer o impacto do pé contra o solo, voltando a expandir-se em seguida.

 Speed lacer

Sistema de amarração com o primeiro ilhós de polietileno que não deixa o cadarço escapar.

Torsion

milan-fashion-week-fw16-sneakers-0

Desenvolvido pela Adidas, com material de metal de alta resistência e flexibilidade, usado pela Nasa. O sistema permite movimentos independentes das partes traseira e dianteira dos pés descalços. O Torsion System consiste em uma barra e de um canalete de torção, implantadas entre o calcanhar e o ante pé, permitindo flexibilidade e acompanhado os movimentos de rotação do pé.

Trinomic ou Hexalite

Sistema de amortecimento desenvolvido pela Puma. Embutido na entressola, tem formato de uma colmeia e absorve choques verticais, horizontais e deslizes laterais. A colmeia confeccionada em Pebax, material altamente elástico, proporciona grande estabilidade, absorção do choque na pisada e maior flexibilidade. No interior da colmeia há um gás encapsulado, dando a estrutura o efeito de mola.