Curiosidades sobre a Gucci

Uma das marcas mais famosas e reconhecidas do mundo, a Gucci tem uma tradição admirada mundo afora

f7aac850507712052d82e798b2c4099d

Seus desfiles costumam figurar entre os mais esperados das semanas de moda.

 

Depois que Alessandro Michele assumiu a direção criativa, há muito a se saber sobre a Maison.

gucci 10

  • A marca foi fundada em 1921 por Guccio Gucci, em Florença na Itália, e seus primeiros produtos foram malas. Isso porque o designer trabalhou por muito tempo como operador de elevadores em um hotel em Londres.
  • Como outras grandes marcas, a Casa Gucci começou com a fabricação de peças de couro feitas artesanalmente pela família.
  • Outra inspiração tradicional da label é, nos moldes da Hermès, a cavalaria. Tanto que ferraduras já foram usadas à exaustão nos acessórios da marca, principalmente nas bolsas.

imagesCARCIBBB

  • O logo oficial da Gucci foi criado em 1947 e conta com duas letas ‘G’ entrelaçadas, uma clara referência ao nome do seu fundador.

imagesCA71E81C

  • Em 1953, a marca lançou o horsebit loafer, calçado estilo mocassim com fivela de metal, além da assinatura verde e vermelha, um dos principais símbolos de identificação da marca no mundo, que se tornou presença garantida no guarda-roupa do homem moderno. Nesta época, celebridades como Sofia Loren, Ingrid Bergman, John Kennedy e sua então esposa Jacqueline Kennedy eram alguns dos fiéis clientes da marca.
  • A Gucci já entrou para o livro dos recordes. Isso porque, em 1998, um de seus jeans fez história ao ser vendido pela bagatela de US$3.134, em Milão, se tornando um dos mais caros do mundo.

imagesCAM747TK imagesCAQPZDB2

  • Os loafers da casa, que estão dominando o street style atualmente, foram originalmente criados em 1932.

imagesCA8GXQ14gucci 1

  • Outro detalhe marcante da label são as alças listradas em verde e vermelho. Criadas em algodão, elas foram desenvolvidas durante a Segunda Guerra Mundial e substituíam as alças de couro dos modelos da Gucci.

imagesCAFII2I2

  • Os fechos de bambu das bolsas também são um identificador da maison, e foram instituídos em 1947.

gucci 3

  • No dia 8 de fevereiro de 2008 foi inaugurada a maior loja da grife italiana no mundo. Com uma espaçosa área de 14.020m², a loja possui três andares totalmente climatizados e iluminados naturalmente. Expressando todo o requinte da marca italiana, o interior da loja possui detalhes decorativos como suportes de vidro e ouro polido, o exterior do prédio revestido de vidro brilhante, tem o piso coberto de mármore branco, com algumas listras de mármore preto, se estendendo pelas paredes e pelo teto. O revestimento das maçanetas das portas se alterna em ouro e vidro com listras. Projetada por Frida Giannini, diretora criativa da marca e pelo célebre arquiteto James Carpenter, a nova flagship tem andares extremamente luxuosos e está localizada em plena 5ª Avenida em Nova York.fashion-week-milan-suivez-defile-gucci-live-1-L-fLoYyD
  • Quase na falência, a direcção artística da marca italiana foi entregue a Tom Ford, que lhe atribuiu um novo look, jovem e chic, popularizando a marca por todo o mundo. Provavelmente devido a conflitos internos, Tom Ford retirou-se da Gucci em 2005 e assumiu marca própria.
  • A Gucci gerou US$ 7,7 bilhões das receitas mundiais em 2007, segundo a revista BusinessWeek. Por esta razão, Gucci é a segunda maior marca de moda venda após a Louis Vuitton.

gucci 6

  • É a recordista mundial de vendas italianas. Gucci opera cerca de 425 lojas em todo o mundo e também vende seus produtos através de franqueados e de lojas de luxo.
  • O sultão de Brunei foi responsável pelo maior pedido que a GUCCI já recebeu: 27 jogos de malas em couro de crocodilo no valor de US$ 2.4 milhões.

gucci 5

  • O Brasil é o único país na América do Sul que possui lojas da GUCCI. São ao todo cinco lojas: três em São Paulo (shopping Iguatemi, shopping Cidade Jardim e JK Iguatemi), uma loja em Brasília (shopping Iguatemi) e a última no Rio de Janeiro (shopping de luxo Village Mall). A loja do shopping JK Iguatemi é dedicada exclusivamente ao público masculino.
  • A Gucci é associada à UNICEF desde 2005 e parte dos seus lucros são doados para uma fundação que ajuda crianças com HIV/AIDS a terem acesso à saúde, educação, água potável e segurança.

Uma família polêmica

GUCCI%~1 

O reconhecimento da marca como ícone de sofisticação trouxe fama, dinheiro e, sobretudo, conflitos familiares, especialmente na década de 1980, depois que Aldo Gucci foi citado em um escândalo de fraude fiscal que atingiu a cifra de US$ 7 milhões. Batalhas judiciais, desentendimentos e intrigas entre os membros da família colaboraram para que grife entrasse em um período de inércia criativa, além de problemas financeiros e a frequente citação da palavra “falência”.

Em 1989, uma empresa de investimentos árabe, a Investcorp, adquiriu aproximadamente 50% do comando da GUCCI.

Para completar, em 1995, o último membro da família a dirigir a empresa, Maurizio Gucci, sobrinho de Aldo e neto do fundador da grife, foi assassinado quando chegava a seu escritório, em Milão, a mando de sua ex-mulher, Patrizia Reggiani.

Anos depois, Patrizia, conhecida como Viúva Negra pela imprensa italiana e condenada a 26 anos de prisão, pediu permissão à justiça para cumprir a sentença em prisão domiciliar. Misteriosamente, todos os funcionários que trabalhavam na papelada do caso foram acometidos por sintomas como irritação na garganta, pele rachada e enjoos. A doença desconhecida foi apelidada de “a maldição de Maurizio”, pois muitos acreditavam que se tratava de uma manobra sobrenatural do fantasma do executivo para impedir que sua ex-esposa saísse da cadeia.

Tal processo foi abandonado, já que todos os funcionários da justiça de Milão se recusaram a mexer nos papéis da apelação.

Ela foi colocada em liberdade no mês de setembro de 2013.

Eternizando a história

gucci museu 2

No dia 26 de setembro de 2011, a marca italiana resolveu eternizar sua história com a inauguração do GUCCI MUSEO na pitoresca cidade de Florença, em plena Piazza della Signoria.

O museu ocupa três andares do Palazzo della Mercanzia, um palácio construído em 1337.

O museu conta com um grande e valioso acervo de peças antigas, algumas delas verdadeiros clássicos da marca italiana. Como as bolsas de bambu usadas por Jackie Onassis e Sofia Loren, acessórios de esportes, as primeiras malas de viagens, coleções prêt-à-porter, um Cadillac Seville com a característica estampa da marca, entre muitos outros itens.

A linha do tempo da Gucci

gucci 4

1925

  • Lançamento das malas de viagem de couro maleável.

1932

  • Lançamento dos sapatos tipo mocassin.

1964

  • Lançamento do cinto com fivela contendo as famosas as iniciais de Guccio Gucci.

1969

imagesCAFL6S33

  • Lançamento da bolsa com alça para o ombro (inicialmente batizada de HOBO), especialmente desenvolvida e criada para Jacqueline Kennedy, que até hoje é conhecida como “Jackie O”. O modelo foi relançado em 1999, vendendo o número recorde de seis mil peças.

1979

  • Criação da GUCCI ACCESSORIES COLLECTION (GAC), divisão responsável por produtos como perfumes, canetas, relógios, isqueiros, entre outros acessórios.

1997

  • Lançamento do perfume feminino ENVY com fragrâncias florais.

1999

  • Lançamento do perfume RUSH acondicionado em um frasco moderno e jovial.

2001

  • Lançamento do perfume feminino RUSH 2, feito de uma composição de essências de madeira de palmeira, flor de nasciso, lírio do vale, freesia, gardênia, rosa e almiscar, resultando em um aroma refrescante.

2008

gucci

  • Lançamento de uma coleção exclusiva chamada GUCCI LOVES NY. Desenhadas por Frida Giannini, as peças desta linha fazem uma homenagem a cidade de Nova York e somente podem ser adquiridas na loja da 5ª Avenida. Entre elas, estão as jaquetas e bolsas de couro, material ícone da marca.
  • Lançamento de uma coleção especial com edição limitada, chamada 8-8-2008 LIMITED EDITION. Oito exclusivos acessórios que remetiam aos esportes de competição foram desenvolvidos por Giannini, como o relógio I-Gucci, equipado com tecnologia digital, pulseira vermelha de couro e detalhes cromados. Porém, a peça mais inusitada desta coleção foi a bicicleta vermelha com listras verdes, equipada com lanterna e duas charmosas bolsas GUCCI sobre a roda traseira.
  • Lançamento do perfume “GUCCI by GUCCI”, com notas de goiaba, mel e florais, embalado em um frasco marrom, em estilo art déco, contendo o logotipo da marca em letras douradas. A garota propaganda da fragrância foi a brasileira Raquel Zimmerman.

2009

  • Lançamento do perfume feminino FLORA By GUCCI.

2010

gucci 5

  • Lançamento de sua primeira linha de roupas e acessórios infantis. A linha possui duas coleções: uma dedicada às crianças mais crescidinhas e outra para os bebês. Entre as peças da coleção baby, é possível encontrar grandes clássicos da marca, entre eles os famosos trech em dimensões micro, mas também babadores e macaquinhos. Para festejar o lançamento desta nova linha, a marca anunciou a intenção de doar US$ 1 milhão à UNICEF para um programa de construção de escolas na África.
  • Lançamento do perfume masculino GUCCI by GUCCI POUR HOMME SPORT, que evoca a liberdade de estar ao ar livre e o desejo pelo esporte. Ao mesmo tempo, doce e refrescante, a criação exclusiva desta fragrância garante que ela também seja bem acabada e complexa.
  • Lançamento do perfume GUILTY. O conceito da fragrância dá ênfase na jovialidade e sensualidade urbana, e foi criado para mostrar o lado ousado e sexy da marca. Os rostos da campanha publicitária foram da cantora e atriz Evan Rachel Wood e do ator Chris Evans.

2011

gucci 9

  • Lançamento da coleção 1921, que em homenagem aos 90 anos da GUCCI propõe acessórios de prêt-à-porter masculinos e femininos, fazendo alusão ao universo da marca desde a época de sua criação. Clássicos da marca como bolsas e mocassins são oferecidos em uma infinidade de cores e materiais. Bambu, pelica e crocodilo aparecem em tons de castanho escuro, rosa, caqui, verde e cereja. Todos os modelos levam a assinatura G. Gucci Firenze 1921.
  • A diretora criativa da marca, Frida Giannini, assina o FIAT 500 by GUCCI. Esta edição especial era uma versão personalizada do conhecido modelo citadino da montadora italiana, em colaboração com Centro de Estilo Fiat. Um dos detalhes mais marcantes deste modelo era uma faixa verde/vermelho/verde, típica da GUCCI, ao longo da carroceria, junto às molduras das janelas.