Como usar echarpes

Um pedaço de pano pode fazer muito por menos, dando estilo instantâneo para qualquer formato de mulher

vertigo

A echarpe salva a cena

Quando o famoso diretor de cinema Alfred Hitchcock estava filmando uma cena chave para o filme “Um corpo que cai” (Vertigo-1958), uma simples echarpe colaborou no resultado final.

O diretor havia posicionado a atriz Kim Novak contra a esquina de um prédio branco usando um casaco branco e uma malha rulê preta.

Planejava usar a combinação “preto & branco” para criar tensão, mas o resultado pareceu estático no final. Precisava de um toque de mistério e glamour.

Rapidamente Hitchcock encomendou uma longa echarpe preta de chifon para o figurinista e a cena se tornou um clássico.

Se um pedaço de pano pode fazer esta mágica no cinema, por que não no roteiro real de cada mulher?

É impressionante como apenas uma tira de pano pode transformar um look.

As francesas, famosas pela elegância instantânea, são as maiores consumidoras de lenços do planeta.

Este ornamento chegou a Europa, no século dezoito, protegendo as costas dos soldados que voltavam das guerras na Índia.

Na moda o uso é recente. No final do século dezenove adornavam decotes e protegiam do frio.

Madame Vionnet (1876-1975), responsável também pelos cortes em viés, frente única e gola capuz, foi a primeira a recomendar os lenços como acessórios elegantes para tailleurs e vestidos.

A empresa Hermes, nos anos 1920 entrou na onda e criou lenços com motivos eqüestres, para proteger os cabelos das clientes amazonas que acabaram desfrutando do acessório também longe das cavalgadas.

Durante a Segunda Guerra Mundial substituíram os chapéus (os materiais andavam escassos) e protegeram os cabelos, quando as mulheres foram obrigadas a encarar o trabalho nas fábricas.

Charme discreto

scarfes lauren bacallscarf audrey

Foi o cinema que deu o charme discreto da burguesia a este quadrado de pano sedoso.

Nos anos 50, era acessório básico nos filmes e no figurino das estrelas, enroladas no pescoço de Lauren Bacall ou envolvendo a cabeça de Audrey Hepburn.

echarpe

Elegância instantânea

Lenços valorizam qualquer produção, até as “pobrinhas”. Tudo parece mais pomposo e cria a ideia que a pessoa está mais “produzida”.

E é só um paninho.

Funciona como as gravatas masculinas que mudam a imagem de um homem e muitas vezes a atitude.

Faça o teste. Use uma camiseta básica com e sem lenço e avalie qual o visual que vai ser mais valorizado. Com o lenço certamente a imagem pessoal vai “causar” mais.

Mas ao adotar lenços avalie no espelho se não parece sufocada, se o acessório a deixa mais esguia e mais alta, se o efeito final realça as qualidades, afinal este é o objetivo.

   SQUARE-SCARF-0005

Arte de manusear os lenços

Usar echarpe e lenços exige prática e um espelho.

A bossa vem do traquejo em manuseá-los.

Cada tecido reage de uma maneira diferente. Os tecidos devem ser macios e maleáveis para permitir nós e caimento impecáveis. O importante é que pareçam naturais e não interfiram no visual.

Para observar se o lenço tem bom caimento segure em uma das pontas. Ele deverá cair sem formar volume. Amarre as duas pontas para conferir como fica o nó.

silk_printed_scarf_kalaedoscopic_2_L

Desenhos

São infinitos, mas basicamente se dividem em oito tipos: florais, geométricos, desenho cashemire, paisagens, abstratos (Emílio Pucci), étnicos, lisos, Vintage (estilo brechó) e desenhos “Status Style” (Hermes, Gucci, Chanel, Versace, Burberry e outros)

Os tecidos ideais são a seda (natural e sintética), algodão, lã e chifon.

O material deve ser flexível para permitir nós delicados.

Formatos

bandana

Lenço quadrado pequeno (formato de bandana)

Um lencinho do tamanho destes de bolso ou nas medidas de uma bandana cria um super detalhe na maneira de vestir.

Amarrados no pescoço, com o nó para frente, de lado, para trás ou no estilo cowboy dão acabamento em qualquer visual e ainda podem servir de suporte para uma flor, bottons, um broche antigo ou detalhe brilhante.

Nas cores da moda, xadrez, estampas clássicas ou vanguarda, brilhantes, bordados em seda ou algodão é acessório acessível a todos os bolsos.

Use

  • Use o lenço solto e com nó para frente se tem o pescoço curto.
  • Use se tem ombros graúdos e pescoço longo.
  • Use acessorizando camisas, camisetas, vestidos decotados de verão e terninhos.
  • Agrega charme em roupas básicas para o dia e lenços em tecidos brilhantes ou transparentes enfeitam no visual noite.
  • Aquece, disfarça contorno facial flácido e esconde rugas do pescoço.

Skarf quadrado

Lenços quadrados grandes (formato de echarpe)

  • Podem ser drapeados em volta dos ombros ou pescoço, amarrados como gravatas, envolvendo os quadris, dando um toque retrô na alça da bolsa, como tiara para a cabeça ou acabamento para o rabo de cavalo.
  • Em seda, crepe, lã macia, musselina, gaze ou algodão, o segredo é escolher tecidos maleáveis que possibilitem nós delicados e caimento natural, sem formar volumes desnecessários.
  • Nós diferentes permitem trocar o formato da echarpe todo dia.
  • Mulheres com volume no corpo ou no busto devem usar os nós para baixo do busto, nunca acima, ou nos ombros, assimetricamente.
  • Amarrá-los embaixo do colarinho, tipo bandeirante é ideal para quem tem pescoço curto, porém inadequado para seios grandes.

skarf retangular

Lenços retangulares (formato de cachecol)

  • Conferem luxo e acabamento para qualquer produção simples e de quebra, aquecem ou enfeitam o pescoço na medida exata.
  • Os lenços retangulares emagrecem e emprestam cor e movimento a qualquer modelagem de roupa.
  • A forma cachecol, com as pontas caindo verticalmente ou grandes echarpes sem amarrar tapando os ombros e caindo em pontas, favorece as mulheres volumosas, pois atraem os olhares para dentro da figura, reduzindo a impressão de largura, mas evite motivos horizontais ou estampas vivas ou graúdas.
  • Lenços retangulares podem envolver o pescoço, amarrar como cintos, enfeitar a cabeça ou chapéu, com nó Ascot (tipo plastron) ou laço no pescoço, debruando uma camisa aberta ou simplesmente jogado em efeito vertical no corpo, alongando a silhueta.

 

Cuidados gerais ao usar os lençosscarves

  • Quanto menor for o pescoço ou maior o busto menos se recomenda este tipo de acessório, a não ser jogado aos ombros (nunca amarrado), no mesmo tom da blusa ou mais escuro.
  • Use emoldurando o decote da camisa ou paletó pela parte de dentro. O efeito em “V” favorece qualquer tipo de corpo.
  • Aproveite os lenços para adicionar toques de cor no seu guarda-roupa. Porém ao usar lenços estampados mantenha a roupa neutra ou combinando com um dos tons do estampado.
  • Jogue lenços estampados ou coloridos nas roupas de trabalho, geralmente mais sérias e nas texturas de inverno. O efeito alegre e jovem se estende a toda a produção visual.
  • Use como abrigo ou detalhe em roupas decotadas. Um colar pode parecer “calorento”, mas um lenço de material sedoso ou de algodão no pescoço refresca o visual sem aquecer o corpo.