A revolta dos saltos

Quem é elegante não depende do salto alto para brilhar

Audrey Hepburn que o diga.

Foi ela quem emprestou a sapatilha e todas as categorias de “flats” (sapatos baixos) o glamour necessário para brilhar.

É raro ver fotos de Audrey de salto o que confirma que os rasteirinhos também podem chegar ao top.

Porque as sapatilhas ballerines  flat viraram mania de moda

kate_moss_black_flats_02

Uma das lições que Audrey Hepburn ensinou é que é possível usar sapatilhas no dia a dia e criar um look elegante e confortável ao mesmo tempo. Kate Moss aprendeu (foto)

Quando os sapatos de salto alto pareciam dominar o cenário da moda, as modernas passaram, pouco a pouco, a adotar as flats, colocando o conforto na frente e apostando em um visual simples e chic.

O modelo da estação não tem nada a ver com as opções vertiginosos que fizeram sucesso no passado.

Ao contrário, os itens que mais chamam atenção são loafers, chinelos de tira grossa e as tradicionais sapatilhas, mas, desta vez, com muita inspiração no ballet.

Em comum, eles têm a palavra conforto em primeiro lugar. 

Motivos pelos quais as ballet flats estão roubando a cena:

Visual chique

Até um look super casual ganha um ar bem mais elegante e feminino quando você troca o tênis por uma sapatilha.

Fenômeno Miu Mil

miumiu

Para a temporada de verão 2016, a Miu Miu lançou uma versão das flats que mistura o ballet com o punk. As sapatilhas, chamadas de Ballerinas, custam US$ 620 e tem um diferencial: são presas ao tornozelo com uma série de fivelas e faixas que contrastam com a delicadeza da peça. O calçado virou item desejo entre as fashionistas e dominou os looks de street style.

Efeito garota francesa

Combine um jeans cigarrete com malha de gola alta preta e sapatilhas de mesma cor.

Tente também com uma camiseta listrada (breton) navy e lencinho no pescoço.

Conforto

Não tem como negar que a tendência mais forte de 2016 é o conforto.

Produções que são elegantes, mas ainda assim podem ser usadas a qualquer momento do dia estão sob os holofotes, e as ballet flats se encaixam perfeitamente nesse conceito.

O sucesso da sapatilha mostra que o mundo da moda pode estar deixando o salto alto de lado

História das Sapatilhas

Quem acha que o salto sempre foi a alegria das mulheres, está enganada, pois até o século XVI eles não eram bem vistas.

Foi a rainha da França, Catarina de Médici a primeira a acrescentar 2 cm de salto em sua sapatilha de casamento.

Desde então que todas as mulheres descobriram como é a glória de usar salto.

Fenômeno BB

O salto voltou ao térreo depois que Brigitte Bardot, também francesa, que praticava ballet e desejou uma sapatilha que pudesse usar no dia a dia ao invés de ter que usá-la somente na dança.

Rose Repetto criou então em 1956,  um modelo chamado Cendrillon que participou até mesmo do filme “E Deus criou a Mulher”.

Com a ajuda do cinema as meninas da fase “rock ‘n’roll” adotaram a ideia para complementar os jeans e calças corsários populares na época

Quando Audrey Hepburn fez o filme “Cinderela em Paris” usando as chamadas “ballerinas” (para não ficar mais alta que o dançarino Fred Astaire) este formato de calçado subiu de cotação até entre as mais elegantes.

Como usar as sapatilhas

sapatilha

Sapatilhas x Pernas Grossas

Use sapatilhas fechadas nas laterais para que o pé não fique muito largo e esparramado no calçado.

Bicos finos ou cabedais enfeitados também são uma ótima opção para alongar os pés e tirar a atenção das pernas.

Sapatilhas x Mulheres Baixas

Mulheres baixas podem usar sapatilhas.

Use sapatilhas abertas nas laterais ou mostrando os dedos, de cores claras ou tom da pele, pois ajuda a alongar a silhueta.

Sapatilhas x Pés Grandes

Escolha sapatilhas de duas cores ou dê preferência a tons discretos como marrom, azul marinho, preto e petróleo.

Sapatilhas x Pés Gordinhos

Não use sapatilhas muito baixas, pois elas deixam o pé muito “para fora” e dão aquela sensação dele ser ainda maior.

Prefira modelos mais fechados nas laterais e acima.

Quando Usar Sapatilhas?

main_or_slide

Qualquer dia e hora, mas sempre tem aquele dia cansado ou simplesmente porque quer um dia mais tranquilo para “descer um pouco do salto”.

Sapatilhas na balada

sapatilha

Todas querem arrasar, mas ao mesmo tempo se divertir.

Caprichar na escolha de modelagens bem elaboradas e brilhantes.

Existem sapatilhas com glitter, cetim, paetês, verniz, etc. que ajudam a sair do visual comum  do dia a dia em busca de um visual mais sofisticado.

Sapatilhas no trabalho

Mulberry-Grey-Bayswater-Ballerina-as-Flat-High-Fashion

A não ser que você trabalhe em um ambiente muito rígido onde as mulheres sejam obrigadas a usar salto todos os dias úteis do mês, usar uma sapatilha para trabalhar em dias que você quer relaxar um pouco mais pode ser um procedimento inteligente.

As mais indicadas para esta ocasião são sapatilhas de couro, com detalhes em metal pequenos e simples, de cores discretas, fá cil de combinar até mesmo com looks mais formais.

Sapatilhas nas Diferentes Estações

arc en ciel ballerines

Basta saber escolher as roupas certas para a temperatura que a sapatilha acompanha o look.

Sapatilhas no verão

As melhores combinações de sapatilhas no verão são com saias, shorts ou vestidos. Não existe uma combinação que não fique boa (com uso do bom senso, lógico). O ideal é que as mulheres baixas optem sempre por looks mais curtos, pois alonga a silhueta.

Deixe as roupas mais longas para as altas, que não precisam alongar.

Sapatilhas no inverno

No inverno, dá para inovar com as sapatilhas e combinação de roupas mais quentes.

A meia-calça faz sucesso nesta hora de combinar os estilos, mas há muitas formas de não passar frio e usar sua sapatilha. Confira algumas abaixo:

Sapatilhas com calças

Nada melhor do que a velha e básica calça jeans que combina com tudo para fazer um look bonito no inverno. Mas também dá para combinar as sapatilhas com calças modelos cigarrete, legging, social, sarouel, boyfriend, skinny, etc.

Sapatilhas com meia-calça

Use a sapatilha e a meia-calça da mesma cor ou próximas que ajuda a alongar as pernas.

Copie Audrey Hepburn

Uma fashionista nata, símbolo da elegância, Audrey não tinha medo de mostrar que, mesmo sendo uma estrela de Hollywood, os saltos não eram essenciais em suas produções.

Fã do conforto, as flats eram muito usadas por ela no cinema, compondo looks que continuam atuais e podem ser adaptados para o inverno 2016.

audrey 2 audrey 3audrey 4