A Mala que Satisfaz

Estrelas de Hollywood, na época de ouro do cinema, como Marlene Dietrich faziam marketing da quantidade de malas que usavam para circular.

Hoje com o preço do excesso de bagagem a atriz gastaria seu salário para viajar com tanta bagagem além de ser apontada como jeca.

Com aeroportos cheios de segurança e a facilidade de comprar qualquer coisa em qualquer lugar carregar muita bagagem pode tirar o glamour da viagem.

malas 3

Fazer a mala é tão chato quanto carregá-la.

Portanto, seja menos generoso com a quantidade de roupas que pretende levar.

Os primeiros passos para escolher o que levar.

malas 5

1- Organização

Conte com os objetos certos: malas, valises, bolsas, etc.

2- Planejamento

Informe-se sobre o lugar que vai, clima, necessidades básicas, possíveis emergências e os tipos de lugares que pretende freqüentar.

3- Escolha das roupas

Restrinja-se ao mínimo absolutamente necessário. Tente formar conjuntos onde várias cores podem ser misturadas e depois de tudo escolhido diminua a quantidade pela metade. Determine o que é indispensável.

4- Lista

Faça listas. Relacione todas as atividades incluídas na viagem: natação, jantares, recepções protocolares, encontros com autoridades, festas, ginástica. Leve em conta todas as possibilidades de temperatura e tempo. Calcule o tempo que vai passar fora. Veja quantas combinações de peças de roupa consegue formar com o que pretende levar

5- Cores

Contente-se com uma ou duas cores básicas (Kaqui, marinho, bege ou marrom) na parte inferior das roupas e nos paletós. Contraste com pequenas peças como camisas, blusas, tops, echarpes, que ocupam menos espaço, em cores secundárias (pérola, azuis, branco, preto) ou estampadas.

5- As malas certas

Certifique-se que são resistentes. Se precisar levar muita roupa divida em duas malas pequenas, mais fáceis de carregar ou arranje um carrinho portátil de bagagem. Coloque marcas de identificação visíveis, principalmente se a viagem envolver aeroportos.

6-Roupas maravilhosas

Só leve o que tem de mais novo. Carregue apenas roupas e acessórios que a deixam maravilhosa, assim vai sentir prazer em usá-los com mais freqüência.

7- Supérfluo

Leve apenas um supérfluo para compensar tudo o que tirou de excessos. Lembre-se de deixar espaço para alguma compra na viagem.

malas 2

Escolhendo a mala certa

  • Malas mais duras preservam melhor a bagagem, amarrotam menos as roupas. As de nylon e couro macio, mais moles, comportam maior volume de roupas.
  • A escolha da mala ou mochila é fundamental. Devem estar em perfeitas condições para agüentar os “trancos” sem abrir o fecho ou rasgar.
  • Selecione o tamanho e o material adequado ao seu passeio.
  • Escolha malas com costuras duplas e sacolas com ombreiras nas alças. O material deve ser forte. Existem no mercado malas e mochilas em materiais impermeáveis e com resistência igual ao couro-Vinil, nylon, Poliuretano, Nylon HBF, Politec são alguns deles, alem das bagagens feitas em PVC (tipo Sansonite) que evitam que as roupas se deformem e tem cantoneiras reforçadas que protegem contra o impacto.
  • Os modelos ideais são as malas com rodinhas e alças para carregar sem forçar a coluna, mas se a mala não tiver este recurso, compre um carrinho auxiliar, especialmente se a sua viagem depender dos aeroportos e seus corredores intermináveis.
  • Opte por malas em tons escuros que não sujam com tanta facilidade. Se o seu orçamento permitir, compre um conjunto com mesma cor: uma mala grande, uma pequena e uma bolsa de mão. Malas cuidadas duram muitas viagens e justificam o investimento.
  • Um bom cadeado é fundamental. Na etiqueta de identificação escreva o sobrenome, endereço e telefone comercial. Internamente um cartão com os seus dados completos. Este procedimento evita que alguém copie o seu endereço para uma visita mal intencionada enquanto a casa estiver com seus ocupantes em férias.