Visita aos Museus de moda

Embarque nesta viagem pelos mais fantásticos museus de moda do mundo

ModeMuseum, Antuérpia

Se você busca uma experiência que vai além de roupas exibidas em manequins por trás de vitrines, então este museu pode se tornar o seu preferido.

O MoMu, que tem mais de 25 mil peças no seu arquivo, pensa em como cada modelo será exibido, montando verdadeiros cenários que levam em consideração a época e a inspiração do designer para compor a peça.

A ideia do museu é servir como um testamento tangível de cada uma das inovações e contribuições de grandes nomes da moda belga como Raf Simons, Haider Ackermann e Martin Margiela para o cenário fashion.

Musée Galliera, Paris

Não existe lugar melhor para saber sobre moda do que Paris.

O Galliera começou na década de 1920, quando o historiador e colecionador Maurice Leloir decidiu doar as mais de 2 mil peças e acessórios que tinha para a Cidade de Paris, desde que fossem usadas para criar um museu sobre vestimentas.

Atualmente com mais de 100 mil modelos no arquivo, o Galliera contém itens que passam por alta costura e prêt-à-porter, e sua coleção do século 18 é uma das maiores do mundo, com o maior número de roupas da época do Iluminismo.

Bunka Gakuen Costume Museum, Tóquio

Inaugurado oficialmente em 1979, este museu é parte do Instituto Bunka Gakuen, criado em 1923, e que começou como uma coletânea de roupas ocidentais, principalmente europeias, além de alguns modelos de roupas tradicionais japonesas.

No entanto, após a Segunda Guerra Mundial, o museu recebeu uma série de doações de roupas do sul e sudeste asiáticos, e ele, então, se estabeleceu como um museu focado em roupas étnicas, principalmente da Ásia, mas também da África, Europa e América Latina.

Victoria & Albert Museum, Inglaterra

O foco aqui é a história: pense em modelos que marcaram época, a evolução dos vestidos e das vestimentas femininas, a alta costura do pós-guerra. O V&A é a uma verdadeira viagem no tempo quando se fala de moda.

O local conta com uma exposição que mostra o como as roupas íntimas mudaram com o passar dos séculos e a sua relação com a moda do dia a dia e de alta costura.

Metropolitan Museum of Art, Nova York

Um dos museus mais famosos e conhecidos da área, o Anna Wintour Costume Center conta com 35 mil peças em seu arquivo, entre roupas e acessórios femininos, masculinos e infantis. Apesar de não ter uma exposição permanente, por causa da delicadeza de alguns dos tecidos de seus modelos, o museu conta com dois tours que podem ser desfrutados o ano todo: Fashion in Art e Costume: the art of dress.

Além disso, a cada ano o museu monta uma exposição especial, relacionada ao tema do renomado baile do MET, que acontece todo mês de maio.

Entre exposições como PUNK: Chaos to Couture (2013) Jacqueline Kennedy: The White House Years (2001),  do costureiro americano Charles James está a mostra Alexander McQueen: Savage Beauty (2011), a mais visitada em toda a história do instituto.