Sapatos em exposição

“Killer Heels” foi uma exposição que aconteceu em Nova York em 2004 para confirmar que um sapato pode ser uma obra de arte.

imagesCA0PY1C5imagesCAYQWWMC

Delírio para as mulheres

Com mais de 160 pares com nomes como Christian Louboutin e Vivienne Westwood, “Killer Heels: The Art of the High-Heeled Shoe”, no Brooklyn Museum, reuniu as criações mais incríveis da moda.

Inspire-se

Acompanhe alguns destaques da exposição

WALTER STEIGER

killer-heels-walter-steiger

Altíssimo, dourado, com salto curvado e print de onça.

O par de sapatos que o designer suíço Walter Steiger criou para a coleção primavera-verão 2013 de sua marca homônima.

NICHOLAS KIRKWOOD

killer-heels-nicholas-kirkwood

A ideia de Lisa Small, curadora da exposição, era fazer um apanhado dos modelos mais inusitados que já foram desenhados, desde o século 17 até os dias de hoje. Este, assinado pelo britânico Nicholas Kirkwood, é feito de camurça e ouro e cravejado com cristais Swarovski.

CHRISTIAN LOUBOUTIN

Destaque para o salto ornamental e o famoso e patenteado solado vermelho de Christian Louboutin.

JAN TAMINIAU

killer-heels-jan-taminiau

A exposição contou com um número especialmente grande de peças esculturais e inventivas.

Entre elas, um par assinado pelo holandês Jan Taminiau, feito à mão.

REM KOOLHAAS

killer-heels-rem-koolhaas

Rem Koolhaas, 2004 com o tema Metamorfose, para os objetos que se “transformam” em sapatos.

RENASCIMENTO E REINTERPRETAÇÃO

killer-heels-sapato-frances

As primeiras criações com salto de que se têm notícias.

Esta foi feita entre 1690 e 1700, na França.

CHRISTIAN DIOR

killer-heels-christian-dior

Evening slippers de Christian Dior, da década de 1960 – a década que tomou conta das coleções de calçados para o outono-inverno.

ANDRÉ PERUGIA

killer-heels-andre-perugia

Sandálias de André Perugia, do fim da década de 1920 e com o meio salto carretel típico da época.

VIVIENNE WESTWOOD

Vivienne Westwood, de 1993, responsável pela queda de Naomi Campbel na passarela.

WINDE RIENSTRA

killer-heels-winde-rienstra

O modelo criado pelo holandês Winde Rienstra é um dos melhores exemplos da categoria Arquitetura.

Feito de materiais simples como o bambu e o plástico, ele mostra a importância e a força do traço para criar um sapato-escultura, um objeto de arte.

ITALIAN CHOPINE

killer-heels-chopine

Uma chopine italiana, com data entre 1550 e 1650.

LORIS AZZARO

killer-heels-loris-azzaro

Do ítalo-francês Loris Azzaro para a famosa loja italiana Casuccio e Scalera.

SALVATORE FERRAGAMO

killer-heels-salvatore-ferragamo

Salvatore Ferragamo em cores: sandália plataforma desenhada nos anos 1940.

BOTA OVER-THE-KNEES

killer-heels-bota-francesa

Um bota over the knees feita por um designer francês, no início do século 20.

CHRISTIAN LOUBOUTIN

A releitura moderna da bota over-the-knees de Christian Louboutin, com spikes.

IRIS VAN HERPEN

killer-heels-iris-van-herpen

Um dos destaques da seleção foi o salto Sputniko, de Iris van Herpen, que lembra uma raiz.

NORIKATA TATEHANA

killer-heels-norikata-tatehana

Do designer japonês Norikata Tatehana, um exemplar de Crescendo no Leste, para os sapatos feitos no Oriente.

BALENCIAGA

killer-heels-balenciaga

Balenciaga, 2013.

ROGER VIVIER

killer-heels-roger-vivier

A clássica estampa pied-de-poule no escarpim de Roger Vivier.

BETH LEVINE

killer-heels-beth-levine

Parceria de Beth Levine e Hebert Levine, 1965.

MIU MIU

killer-heels-miu-miu

Miu Miu, 2006.

SÉCULO 19

killer-heels-sapato-chines

O que as mulheres chinesas usavam no início do século 19.

CHAR HAU LEE

killer-heels-char-hau-lee

Char Hau Lee, 2010. De couro, aço e acrílico.

PRADA

killer-heels-prada

Prada, 2012.

Aperlai

killer-heels-aperlai