Regras de Boas Maneiras nas Redes Sociais

Nosso convívio social hoje em dia se foca muito mais redes sociais do que encontros frente a frente. Isto requer novas posturas sociais

A Web possibilita você mostrar histórias interessantes e dar opinião sobre temas em alta, como faria na roda de amigos ou da família.

O relacionamento via Internet possibilita o encontro de parceiros separados pela vida, junta os parentes conhecidos e permite você chegar até uma pessoa que parecia impossível contatar.

Mas para que este convívio seja saudável e positivo o respeito e as gentilezas devem fazer parte do perfil de cada facefriend.

Se os contatos físicos exigem regras para um bom relacionamento, no mundo virtual este cuidado deve ser amplificado, afinal muitas vezes você não sabe com quem está se comunicando e não enxerga o sentimento da pessoa do outro lado. Uma postagem errada pode ofender esta relação digital.

Uso muito as redes sociais, e graças a ela já fui contratado para muitos trabalhos de produção de moda, conteúdos para revistas e blogs, estilismo para indústria de roupas e calçados, para palestras sobre o mercado do vestuário e consultorias para empresas.

Aprendi com o tempo o que pode e o que ofende no universo digital.

Para melhorar minha performance, busquei ajuda com o blogger de viagens Bruno Ferreira, que melhorou o meu convívio com o mundo digital.

Listei nesta matéria o que eu considero importante observar para o sucesso nestes novos relacionamentos.

Como existe pouca bibliografia a respeito, enumerei o que me incomoda e que de certa maneira entendo que aborrece outros internautas.

Não sou dono da verdade e nem pretendo ofender nenhum amigo.

São apenas observações pessoais que imagino que possam melhorar o relacionamento digital.

Minha ideia não é polemizar. Se você não concordar com algum item, desculpe. 

As Boas Maneiras nas Redes Sociais

Nosso convívio social cibernético está maior que o pessoal.

Apesar de serem espaços sociais diferentes, vale a boa educação que aprendemos em casa antes de sair para o mundo.

Na rede não há presença física, não há corpo, não há olhar.

Impossível adivinhar a reação de quem está do outro lado.

Temos que entender que assim como temos nossas preferências, existem pessoas com outras particularidades e que merecem respeito.

Manual de etiqueta nas redes sociais

Quanto mais pessoas são adicionadas às redes sociais, com mais cultura e educação diferentes você tem que lidar.

  • Só solicite amizade a pessoas que você conhece ou admira.
  • Se solicitou a amizade e a pessoa não se pronunciou, retire-a da sua lista de pedidos, sem cobrar o porque não foi aceito
  • Evitar falar de assuntos polêmicos. Opiniões mais radicais apenas em grupos fechados
  • Não cometa erros de português. O ambiente virtual permite linguagem mais descontraída, mas isso não significa esquecer regras gramaticais ou usar palavrões. Tudo fica visível nas redes sociais, desde a educação, até a falta dela.
  • Lavar roupa suja, reclamar e ofender torcedores de outros times são atitudes que podem irritar os amigos na rede social.
  • Cuidado ao compartilhar correntes, mensagens de humor e autoajuda. A repetição excessiva pode fazer com que você seja tachado de chato e acabe até bloqueado. O Facebook é um espaço público, mas é importante variar os temas.
  • Não compartilhe o que não tem certeza. Tente confirmar a informação antes de sair repassando tudo o que recebe.
  • Disparar requisições de aplicativos para todo mundo indiscriminadamente também pode irritar os amigos, especialmente convites de jogos ou fazer parte de grupos que você não solicitou.
  • Fique atento a convites automáticos. Muitas vezes, você concorda com uma configuração do jogo e o sistema começa a enviar convites a todos. Mas isso pode ser cancelado em personalizações. Não precisa bloquear o amigo por causa disso.
  • Todo mundo tem dias difíceis e problemas a serem resolvidos, mas fazer desabafo nas redes não é a melhor alternativa. Evite barracos com namorado, pais, amigos e chefe em público. Lembre que tudo está sendo compartilhado e vigiado.
  • Indiretas podem ter um efeito devastador. Você manda um “recado” para a “Maria” e atinge “José”. Bronca ou cobranças devem ser publicadas em mensagem privada.
  • Sem assunto. Publicar cada passo do dia pode cansar amigos e demonstrar falta de “conteúdo”. Relate momentos realmente importantes e evite banalidades cotidianas. Para quem não tem o que dizer, é melhor não dizer nada.
  • Marcar os amigos em fotos impróprias pode causar estragos sérios. Quando for citar alguém em uma foto, peça autorização antes de publicar. Muitas vezes, a pessoa não quer se expor.
  • Quem é torcedor fanático por futebol, evite criticar o time alheio, postar mensagens ofensivas ou fotos provocativas para torcedores de outros times. O mesmo vale para posts de cunho político ou religioso. Quando for expressar opiniões, defenda seu ponto de vista sem agredir quem pensa diferente de você.
  • Perfil de casal pode parecer um sinal do amor que um tem com o outro, mas a conta compartilhada pode confundir os amigos, que dificilmente saberão qual dos dois está postando ou quem recebe uma mensagem particular, além da impressão de que não têm vida própria.
  • Evite provocar os amigos com mensagens dúbias ou que não dizem nada. Publicar mensagens do tipo “boas notícias” ou “estou desesperado”, sem dizer o que é pode deixar todo mundo preocupado ou simplesmente curioso. Conte tudo, se não é melhor não postar nada.
  • Em viagem é natural dividir momentos com amigos, mas postar fotos a cada cinco minutos se torna cansativo ou dar a ideia que a pessoa está mais preocupada em registrar onde está do que curtindo o passeio. Todo mundo gosta de descobrir através dos amigos virtuais locais interessantes ou exóticos, mas dose e selecione sempre os melhores cliques para obter mais impacto.
  • Postar imagens de comida o tempo todo pode cansar os amigos, principalmente quando o visual não corresponde a um prato “masterchef”. Todo mundo se surpreende com pratos mais elaborados ou doces soberbos, mas é importante controlar a frequência deste tipo de post.
  • Cuidado com o uso excessivo de filtros para parecer mais jovem. O resultado fica artificial. Vejo fotos que parece que a pessoa tirou na sauna a vapor.
  • Evite fotos com boca beijinho ou poses manjadas. Se você quer ser visto nas redes, seja original no clique.
  • Selecione somente fotos com qualidade e boa resolução, principalmente no Instagram.
  • Lembre que no Instagram as fotos ficam lado a lado, por isto para um bom resultado visual é importante que os tons da imagem e os assuntos conversem entre sí.
  • Quem usa o Instagram comercialmente, tente fazer da plataforma uma ferramenta de branding e nunca de venda.
  • Já nas outras plataformas o comercio pode ser mais descarado.
  • Mesmo que você seja sócia da Gisele Bunchen, evite fotos suas a cada cinco minutos, principalmente os selfies em frente ao espelho que não dizem nada. Passa a imagem de exibicionismo ou até de uma “baixa-estima” em busca de elogios.
  • Evite elogios desnecessários para fotos publicadas. Na ânsia de agradar quem posta, muitas vezes você pode passar por “falso”. Já lí gente publicando “que linda” em fotos que o mais correto era permanecer calado!
  • Quem não suporta a repetição constante dos padrões acima, bloqueie o amigo. Ele não vai ficar sabendo que foi bloqueado e vocês podem continuar mantendo uma convivência legal. Para isso, entre em Configurações e siga as instruções do próprio Facebook.

Manual do hashtag

  • As hashtags foram criadas com a função de indexadores, como uma maneira de facilitar a vida dos usuários de redes sociais a encontrar conteúdos. No entanto, há pessoas que abusam do uso da cerquilha (#) antes de um termo ou palavra em posts no Instagram e acabam sendo inconvenientes. Não é difícil encontrar quem poste sua foto no Instagram e inclua hashtags que nada têm a ver com a imagem. Além de confundir as pessoas, o uso indiscriminado do recurso acaba fazendo com que ele perca a função de facilitar o encontro de fotos sobre determinado assunto.
  • Muitos fazem isso para angariar novos seguidores, mas isso pode acabar rendendo o efeito contrário: há quem se incomode com o número interminável de hashtags e pare de seguir a pessoa.
  • As expressões #like4like (curtida por curtida, em livre tradução) e #teamfollowback (time segue de volta, também em livre tradução) são usadas pelos que procuram novos seguidores e curtidas. Elas indicam que, se a pessoa curtir aquela foto, ganhará uma curtida de volta e caso o usuário o siga, também será seguido.
  • É muito comum que pessoas usem essas hashtags em suas descrições de perfil, em posts ou mesmo em comentários de pessoas famosas. A impressão que um usuário desses passa é de carência, falta de amigos ou desespero para se tornar uma web celebridade com muitas curtidas e seguidores.

Manual do Whatsapp

  • Muitas pessoas veem que você leu a mensagem ou ouviu o áudio, e quer resposta em poucos instantes, mas nem sempre é possível.
  • Minha dica é manter no status uma mensagem como “respondo assim que possível”. Mas se o assunto for urgente, o ideal é fazer um esforço em responder, ainda que o direito de se preservar continue valendo.
  • Quem tem urgência em ser atendido, é melhor fazer uma ligação.Ninguém fica com o Whatsapp aberto o tempo todo.
  • Insistir na resposta imediata, gravar mensagem de voz cobrando resposta, mandar várias vezes mensagens, passa a ideia de não saber se comportar nessa ferramenta.
  • A melhor forma de se aproximar de alguém pelo aplicativo é usando o bom-senso e delicadeza, seja profissional ou pessoalmente. Mande uma mensagem avisando que adicionou o contato e pergunte se há algum inconveniente na ação.
  • O mesmo vale para as gravações em áudio, que se popularizaram e podem se tornar um entrave na comunicação.
  • Se a pessoa para quem você mandou a mensagem gravada estiver em público e sem fones de ouvido, por exemplo, pode não ouvir. Para garantir o recebimento, procure sempre que possível digitar o texto.
  • Relações comerciais devem ser tratadas em horário de trabalho. Podem acontecer exceções, mas sem virar rotina.
  • Ao conversar pela primeira vez com a pessoa, lembre-se que provavelmente ela não tem seu contato. Peça licença e se apresente.
  • Não peça contato de quem você não tem relacionamento para seus amigos e conhecidos.
  • Não fique adicionando amigos em grupos do Whatsapp sem o consentimento da pessoa.
  • Seja o mais direto possível e evite aqueles textos gigantes. Ninguém tem muito tempo hoje em dia. Os textos longos somente quando forem bem necessários.
  • Correntes que espalham fé e terror ao mesmo, caso você não passe a imagem são de extremo mau gosto. Eu odeio as correntes. Corto todas.
  • Não fuja do tema para qual um grupo foi criado. Respeite o propósito do grupo e veja se sua postagem tem a ver com a vibe.

Rede Sociais com colegas de trabalho

Quando você adiciona colegas de trabalho nas suas  redes sociais os cuidados com a imagem devem ser dobrados.

Muitas empresas definem o candidato para uma vaga a partir do que ele coloca nas redes sociais. Por isso, evite postar coisas que possam prejudicar você. Usar sabiamente o Facebook, Twitter ou outras redes pode beneficiar as relações profissionais. Mas atenção:

  • Evite falar sobre política, publicar fotos sensuais ou fazer comentários inocentes como “ainda bem que é sexta-feira” que podem prejudicar suas relações no trabalho.
  • Publicar fotos de biquíni, expor opiniões polêmicas ou até mesmo criticar um time de futebol são atitudes comuns nas redes sociais. No entanto, quando se mantém colegas de trabalho, principalmente os chefes, em seu Facebook, Twitter ou outras ferramentas parecidas, estes tipos de publicação podem comprometer a credibilidade do profissional e até mesmo por o seu emprego em risco.
  • Existem mais desvantagens em adicionar colegas de trabalho em redes sociais do que vantagens, mas o profissional que recebe um pedido de amizade do chefe não tem escolha, senão aceitá-lo. Se em algum momento ele perceber que você não aceitou, acaba criando desconforto.
  • Nunca fale mal da empresa ou de colegas. Quando pessoas do trabalho fazem parte de sua rede social você perde a liberdade de comentar o que pensa a respeito da empresa ou mesmo de colegas de trabalho. Quanto mais pessoas relacionadas ao seu trabalho estão conectadas a você, mais cuidado é preciso ter. Ao criticar a empresa publicamente, o funcionário põe em dúvida o profissionalismo e a fidelidade à empresa.
  • As fotos íntimas devem ser compartilhadas apenas com as pessoas mais próximas, para preservar a imagem do profissional, principalmente se ele trabalha em um setor formal. Esta regra se aplica também para os homens que postam foto sem camisa no espelho da academia.
  • Comentar informações estratégicas põe em risco o emprego do profissional e também algum projeto no qual a companhia esteja trabalhando. Postagens como “Estou trabalhando em um novo projeto da empresa que vai ser lançado na segunda-feira” podem não parecer reveladores, mas podem criar problemas.
  • Evite postar nas redes sociais durante o expediente de trabalho. Passa a impressão de que o funcionário está se divertindo em vez de trabalhar.
  • Jamais publique fotos em que pareça embriagado. Pode afetar a credibilidade. Evite fotos que possam comprometer a imagem profissional mesmo com os amigos mais próximos, lembre-se que imagens podem ser repassadas.
  • Evite fotos de eventos para os quais apenas alguns colegas de trabalho foram convidados.
  • Não convide seu chefe para ser amigo nas redes sociais sem ter intimidade. E ao adiciona-lo na rede social, tenha certeza de que vocês têm uma relação próxima o suficiente para compartilharem informações fora do ambiente profissional. Caso contrário, pode forçar a intimidade.
  • Não fale mal de empregos e chefes anteriores, pois não sabe o dia de amanhã. Muitas contratações são feitas a partir de indicação, então você pode estar fechando portas.
  • Não paquere colegas de trabalho pelas redes sociais. Pode criar uma situação desconfortável para ambos na vida real.