Luxo Moderno

Apesar de uma carreira brilhante Elizabeth Taylor é mais lembrada pelas grandes joias que sempre usou.

Uma joia pode se tornar a marca registrada de uma mulher.

E cada vez estão mais acessíveis.

Montagens mais funcionais e o uso de pedras brasileiras possibilitaram que a joia escorregasse do pedestal, direto para o corpo de consumidoras mais jovens.

Existe uma tendência internacional para joias frequentes para usar no dia-a-dia, com preços mais acessíveis e design maravilhoso longe das montagens sem graça das jóias diurnas.

São peças não mais para guardar em um cofre, mas montagens com forte influência da moda para usar diariamente, tentando entrar na lista de presentes da classe média, que normalmente investe em roupas.

Neste novo conceito, opções para o cotidiano e viagens, design e conforto valem mais que uma superpedra preciosa.

Algumas joalherias estão oferecendo joias com preços que se equivalem a um jeans de grife, com a diferença que uma joia sempre traz a emoção como valor agregado.

Elizabeth-Taylor-1955 

Como usar joias

  • Joias e roupas devem estar sempre em harmonia no conjunto e com o estilo de quem está usando.
  • Quem prefere roupas despojadas pode abusar de peças com design original ou joias maiores, mesmo de dia.
  • Quem já expressa nas roupas as tendências de moda pode complementar a roupa com joias delicadas dentro do conceito visual.

Praia

  • Use joias em ouro ou prata, que devem ser polidas no final do veraneio para eliminar as marcas de areia.
  • Evite pérolas na beira da praia, pois podem desmerecer no contato continuo com o mar e areia.

Manhã

  • As joias para o dia tem design clean, sem pedras preciosas fabulosas e feitas em ouro, fosco ou brilhante, ou prata.
  • Os brincos fixos e os argolões são adequados para brilhar na luz do sol.
  • Use peças delicadas, brincos leves em montagens minimalistas ou com movimento para acompanhar até a prática de esporte, anéis tipo inseparável, gargantilhas finas com detalhe em ouro, pulseira discreta ou brilhante solitário.

Tarde

  • Depende mais do estilo de vida. Uma executiva pode usar brincos mais vistosos tipo botão com pedras preciosas, detalhe em brilhantes ou pérolas.
  • Anéis vistosos combinando em material com os brincos.
  • Gargantilhas podem ser usadas de acordo com o decote e mais no final da tarde.
  • Em ocasiões mais sociais as joias devem ser mais vistosas, desde que a roupa seja clean.

Noite

  • A maioria das jóias tem melhor efeito na luz artificial.
  • A noite as joias podem ser mais pesadas em grandes montagens com pedras preciosas (esmeraldas, diamantes, água-marinhas, rubis, etc.), brincos pingentes usados junto com gargantilha ou peças originais que sempre fazem sucesso.
  • Como as joias mais importantes são mais caras é fundamental que estes complementos de luxo tenham mais o estilo da dona que as tendências da moda.
  • Belos brincos iluminam o sorriso, um belo colar serve de moldura para o rosto e pulseiras e anéis marcantes falam em concordância com os gestos de uma mulher.

jewl

Joias e a moda

  • As joias absorvem as tendências de moda e as modelagens atuais estão fortes, diferenciadas.
  • Em ouro com diferentes texturas ou cores ou com pedras preciosas como citrinos, cristais, ametistas, topázios azuis que emprestam cor as montagens modernas.
  • As formas estão mais simples ou trabalhadas com movimentos.

Assuma

  • Anéis grandes usados um de cada vez ou modelos modulados, tipo alianças, usando vários no mesmo dedo.
  • Coleções de pulseiras, estilo cigana.
  • Brincos pingentes ou estilo cigano
  • Argolas de todos os tamanhos
  • Gargantilhas longas, finas com berloques ou grossas tipo corrente.
  • Joias com diamantes bem pequenos, mas cravados muito próximos, chamado “pavê”.
  • Joias em ouro branco em montagens modernas
  • Pérolas
  • Joias com coral ou turquesa
  • Joias com pedras coloridas.

Perigo

  • Mistura de estilo ou pedras na mesma produção.
  • Joias mal conservadas.
  • Joias com belas pedras, mas design antiquado.
  • Joias executadas com materiais que mudam de aparência, já que joia não desgasta como a bijuteria.

032311-elizabeth-taylor-jewelry9-350x580

Como comprar joias

Joias são bem mais caras que bijuterias e também sofrem a interferência da moda.

Além do peso do ouro, o que torna a joia um artigo tão caro é a dificuldade de produção, que muitas vezes custa mais que a matéria prima empregada.

Alguns modelos de anéis demoram dois dias para serem feitos.As joias são feitas manualmente.

Antes de decidir por um determinado tipo de joia conheça o produto que vai investir.

  • Procure os joalheiros mais tradicionais da cidade que tem um nome a zelar.
  • Não pense em joias como investimento. São peças que normalmente não tem liquidez no mercado (não são vendidas rapidamente). Se a idéia é investir em ouro e diamantes o melhor é comprar lingotes em bancos e pedras avulsas em lapidários. O valor do ouro das joalherias não é o mesmo das cotações publicadas diariamente nos jornais. A explicação técnica do mercado é que o ouro em lingotes vendido por companhias de investimento, é o chamado Ouro 1000, puro e equivalente a 24 quilates. Os ourives utilizam ouro de 18 quilates nas melhores joias, que significa uma liga (mistura) de 75% de ouro e 25% de cobre ou prata.
  • Ao comprar joias em prata, prefira os modelos exclusivos e assinados por designers conhecidos, pois este é o real valor de uma joia neste material. A prata custa 50 vezes menos que o ouro. A platina em compensação, custa 68% a mais pela pureza e resistência.
  • Pérolas devem ser escolhidas pelo brilho e brancura (as amareladas são menos cotadas). Não existe mais a preocupação se são pérolas naturais. Mais de 90% do comércio gira em torno das cultivadas.
  • Pedras têm o valor definido por quatro itens: pureza, cor, corte e peso. Quanto maior a pureza, menor a quantidade de substancias estranhas contidas na pedra. O corte depende exclusivamente da habilidade do lapidador. Um bom corte é o que garante o máximo de brilho e equilíbrio total das formas da pedra preciosa.
  • Alguns cortes se tornaram tão clássicos que passaram a se confundir com as pedras. Brilhante nada mais é que uma forma de lapidação de um diamante.
  • O valor do diamante e outras pedras são medidos em quilate. Cada quilate é igual à quinta parte de 1 grama. Uma pedra de 5 quilates pesa 1 grama.