Katharine Hepburn a estrela da moda casual

Ela não chegou às alturas do mito como Greta Garbo, nem despertou a fúria masculina como Marilyn Monroe, mas se enganará quem a puser abaixo das duas. O rosto é de uma beleza clássica e o porte é de uma rainha.

Katharine Houghton Hepburn foi uma atriz de Hollywood com uma carreira que durou por mais de 60 anos.

Ela arrasava da comédia ao drama e recebeu 12 indicações e quatro prêmios Oscar de Melhor Atriz, um recorde até hoje.

Atravessou décadas com seu estilo confortável, com um toque andrógino sem renunciar à elegância, e que segue influenciando a moda atual.

Estilo Katharine Hepburn

O estilo pessoal da atriz Katharine Hepburn valorizava vestidos leves, longos e levemente justos, assim como as calças que a transformaram em ícone da moda.

A atriz americana, que destacava sempre sua cintura fina, foi capaz de ultrapassar a fronteira entre o cinema e a moda e se tornou uma fonte de estilo dentro e fora das telas.

O figurinista Cecil Beaton ao descrever Katharine, declarou que “mulheres como ela de bom gosto e que fazem um pacto com a moda conseguem um visual eterno, em contraposição a vulgaridade das que seguem a moda cegamente”.

Katharine Hepburn, com fama de arrogante, autoritária e muito desbocada, era dona de uma personalidade tão forte que transmitia em suas roupas seu estilo de ser e a partir dos anos 1930 se tornou referência de moda fazendo com que todas as mulheres tentassem copiar seus looks.

Ela ficou tão famosa pelo visual esportivo e sempre atual que foi exposição na Biblioteca Pública de Nova York em 2013, com 40 conjuntos e vestidos usados por ela.

Katharine Hepburn: Dressed for Stage and Screen’

A exposição ‘Katharine Hepburn: Dressed for Stage and Screen’ (‘Katharine Hepburn: Vestida para o Palco e o Cinema’), fez uma retrospectiva da carreira da atriz através do visual do teatro, cinema, televisão, publicidade e na vida particular.

Entre as peças expostas os vestidos de casamento que a atriz usou nos filmes ‘The Lake’ (1934) e ‘Núpcias de Escândalo’ (1940), este último um vestido rosa de seda e gaze desenhado pelo estilista Valentino e com o qual Hepburn encarnou a milionária Tracy Lord, entre outros.


O mesmo costureiro confeccionou um vestido com uma saia de seda multicolorida, com que a atriz protagonizou o espetáculo da Broadway ‘Sem Amor’ (1942).

Muitas das peças que Hepburn usou em filmes acabou fazendo parte de seu guarda-roupa pessoal. Em suas roupas peças assinadas por Elizabeth Hawes, Claire McCardell e Valentino.

 

Sua ligação com a moda foi tão grande que encarnou Coco Chanel em um musical da Broadway, cantando e dançando em idade madura. Ela ficou igual a Chanel.

Quando Audrey Hepburn foi ter o primeiro encontro com Humbert de Givenchy em Paris, contam que o costureiro ficou um pouco decepcionado porque esperava Katharine Hepburn e não a novata Audrey. Confusão nos sobrenomes iguais.

Mas apesar de não ligar para looks sofisticados, ela gastava horas cuidando do corpo e da imagem. Uma vez declarou para Greta Garbo:“Estou certa que nós levamos mais tempo para um look que aparentemente não nos custou nenhum esforço, que qualquer outra mulher se vestir maravilhosamente.”

Mas ela deixou para a posteridade outras “pérolas” à seguir



Mas, além de vestidos elegantes, a marca pessoal dela eram as calças, consideradas masculinas na época, a atriz revolucionou a forma de vestir que a transformou em uma rebelde fashion e posteriormente em um ícone no mundo da moda.

Algumas de suas calças favoritas, de cor cáqui, também fizeram parte da exposição. Ela tinha 30 calças iguais que combinava quase sempre com camisas brancas.

A atriz sempre defendeu sua paixão pela calças.

Foi uma das primeiras mulheres a vestir calças e calçados masculinos, ao mesmo tempo que arrasava com criações sofisticadas de estilistas importantes da época como Hogard Greer, Cecil Beaton e Margaret Furse.

Acompanhava o desenho das roupas para os filmes que estrelava exigindo camisas masculinas e calças amplas no figurino.

“Cada vez que escuto um homem dizer que prefere mulheres de saia eu respondo- ponha uma, vista uma saia!” dizia a atriz que influenciou muito a percepção da moda casual feminina.

Mas sua ousadia na época era mal interpretada e gerava ruídos.

Certa vez quando a famosa jornalista Bárbara Walters lhe perguntou se Katharine tinha alguma saia no armário, ela respondeu sem ponto e vírgula: “ Tenho uma, Sra. Walters e vou usar no seu funeral!”

Seu lema era “os inimigos são muito estimulantes”.

Frases e Pensamentos de Katharine Hepburn

“Alguém perguntou a uma mulher de minha idade se ela ia bem. A resposta foi: ótima! Se você não pedir detalhes.”

“Nós somos ensinados que devemos culpar seu pai, seus irmãos, suas irmãs, a escola, os professores -, mas nunca te culpar. Nunca é sua culpa. Mas é sempre sua culpa, porque se você quiser mudar você é o único que pode fazer isso.”

“Se você obedece a todas as regras, acaba perdendo toda a diversão”

“A vida pode ser trágica às vezes, e eu tive a minha parte. Mas após tudo que acontece com você, você tem que manter uma atitude um pouco cômica. Na análise final, você não pode esquecer de rir.”

“A falta de trabalho destrói pessoas.”

Katharine Hepburn GIF - Find & Share on GIPHY

“É impossível mudar a música de sua alma.”

“Se você sempre faz o que lhe interessa pelo menos uma pessoa estará satisfeita.” Ser dona de casa e uma mãe é o trabalho mais importante no mundo, mas se ele não lhe interessa, não faça isso – eu teria sido uma péssima mãe.”

Katharine Hepburn GIF - Find & Share on GIPHY

“Com todas as oportunidades que tive, eu poderia ter feito mais. E se eu tivesse feito mais, eu poderia ter sido notável.”

“Quanto a mim, os prêmios não são nada. Meu prêmio é o meu trabalho.”

“Nunca deixo de ter em mente que o simples fato de existir já é divertido.”

“Eu não lamento nada que eu já tenha feito.”