ESPAÇO DO ARQUITETO HENRIQUE STEYER HOMENAGEIA RUI SPOHR

J’adore – Um tributo a Rui Spohr
O Espaço J’adore, na Mostra Elite Design em Poa, foi idealizado como homenagem ao costureiro Rui Spohr, que faleceu este ano e que completaria 90 anos em novembro.
Para montar o espaço, o arquiteto Henrique Steyer não mediu esforços e investimentos para concretizar o projeto homenagem.
Rui com certeza daria nota máxima ao ambiente, já que o costureiro sempre pautou pela sofisticação e bom gosto nas suas criações.
O living inspirado no universo de Rui pode ser considerado uma “haute couture” em matéria de design de interiores, com um nível de projeto nunca visto em mostras de decoração no sul do país.
Foram usadas dez toneladas de marcenaria,com paredes e forro formando uma linha sequencial de arcos que representam os anos de trabalho Rui na moda.
O local abriga 60 m² quadrados de espelho e cem m² de um único tapete personalizado, ambos, os maiores já feitos para uma mostra de arquitetura no Brasil
Outro destaque em J’adore é uma lareira com mais de quatro metros de comprimento toda revestida com quartzo.
O ambiente apresenta obras de artistas ilustres
A tela ‘As Mulatas’, pintada a óleo por Di Cavalcanti em 1972,  avaliada em mais de 300 mil reais, representa a beleza feminina, assim como a  chaise original Longue Rio, desenhada por Oscar Niemeyer, que revela sinuosas curvas, lembrando o corpo de uma mulher.
No mesmo ambiente três obras de Pablo Picasso com gravuras em metal, chancelados pelo Museu d’Orsay e pela Christie’s.
A escolha dessas obras do artista espanhol são alusivas ao período em que Rui viveu na Europa.
No espaço, um lustre art nouveau ganha destaque, alusivo ao estilo decorativo que inspirou Rui no período em que  viveu na França.
O espaço mostra ainda, duas estátuas de bronze datadas do início do século 20 que vieram de Paris.
Uma mesa de jacarandá seguida de luminárias vindas da Itália da marca Flos, são apresentadas com exclusividade no local.
Quem visitar  o local vai apreciar o quimono centenário japonês que ficava na sala VIP do estilista gaúcho e que representa o japonismo, movimento que Rui adorava.
Uma mesa de jacarandá seguida de luminárias vindas da Itália da marca Flos, são apresentadas com exclusividade no local.
Sofás em destaque
Em parceria com a Leffa Estofados, J’adore apresenta um conceito de alta costura em estofaria.
Para o ambiente foram desenvolvidos duas peças. Uma delas em tecido fendi, medindo sete metros de comprimento na sua totalidade, com design autoral.
O destaque deste estofado, está nas gomos de matelassê costurados individualmente em um rico e exclusivo trabalho artesanal.
Detalhes em aço inox dourado nas laterais contemplam os acabamentos com almofadas em formato de bola, transmitindo elegância.
O segundo sofá que compõe o ambiente é curvo. E traz uma estrutura de aço inox dourado, assento em couro preto, contendo dois encostos em pele natural de python e o outro de pirarucu, ambas peles certificadas pelo Ibama, garantindo uma atmosfera de exuberância ao projeto.
“O Rui não gostava de coisas caretas. O projeto é cosmopolita, focado no jovem Rui, recém-chegado de Paris, mas nos dias atuais. A intenção é mostrar que Rui vive e que o seu estilo é eterno”, enfatiza Henrique Steyer, que neste ano é o embaixador da Mostra Elite Design. 
Neste cenário impactante e nada convencional estão sendo projetadas diferentes ações, em benefício ao Instituto Rui Spohr, como a dupla comemoração ao dia da padroeira da moda, Santa Catarina e a data de nascimento de Rui Spohr, em 23 de novembro.
Todas as atividades que ocorrerão durante o evento, tem a chancela da família Spohr.
Eu vou estar participando de um bate papo sobre o universo da moda e do estilista dia 7 de novembro, as 19 h. no Lounge do evento.
Na fotos dá para perceber a suntuosidade do projeto, mas o melhor é ver pessoalmente na Mostra Elite Design até 24 de novembro, no Clube de Regatas Guaíba Porto Alegre.
Fotos Eduardo Liotti /divulgação

Serviço Mostra Elite Design:

Até 24 de novembro de 2019.

Local: Clube GPA localizado na R. João Moreira Maciel, 470 – Marcilio Dias, Porto Alegre.

Funcionamento e horários: de quinta à sexta-feira, das 15 às 21h. Sábados, domingos e feriados do meio-dia às 21horas.

Ingressos: pelo site www.blueticket.com.br por R$ 40,00.

Durante todo o período da mostra ficará aberta uma bilheteria no local à disposição do público visitante.

Pessoas com mais de 60 anos e estudantes meia-entrada.

Mais informações acesse http://elitedesign.art.br/mostra/.

Telefone Whatsapp de contato 51 98422 0050 / 9982 3814.

A Trajetória de Rui

Rui Spohr é o pseudônimo de Flavio Spohr

Rui foi o primeiro estilista gaúcho a estudar moda em Paris, primeiramente na Chambre Syndicale de la Couture Parisienne, e posteriormente na École Guerre Lavigne.

 
Em 1962, entrou para o “time da Rhodia”, grupo que reunia grandes nomes da moda no Brasil criando modelos que seriam produzidos com os tecidos que utilizavam os fios da empresa. Estas criações estrearam em um grande desfile na Fenit – a feira nacional da indústria têxtil – e depois, viajaram ao exterior para participar de desfiles e sessões de fotos das coleções a fim de divulgar a moda brasileira.
No ano de 1968, já consagrado como costureiro, criou o vestido de noiva para a brasileira Ieda Maria Vargas, Miss Universo 1963.
Em 1970 inaugurou sua Maison na Rua Miguel Tostes em Porto Alegre onde funciona hoje o Instituto Rui.
Rui também foi responsável por vestir a primeira dama Scila Médici (1971) e a primeira dama do Rio Grande do Sul (1971).
Em 1986 criou os uniformes femininos da Brigada Militar do Rio Grande do Sul,] a polícia militar gaúcha, que são os mesmos usados até hoje.