Dolce & Gabbana faz homenagem ao México

Em uma apresentação composta por mais de cem looks, a Alta Moda da marca despertou o orgulho nacional mexicano

 

Num cenário acompanhado por esculturas de bronze da autoria do artista francês Auguste Rodin e ao som do mariachi mexicano Luis Miguel, a Dolce & Gabbana apresentou na quarta-feira à noite, no Museu Soumaya, na Cidade do México, a sua coleção exclusiva de Alta Moda e Alta Sartoria.
Um tributo à beleza e ao estilo das mulheres e homens mexicanos, tão versáteis e multifacetados dentro da sua própria identidade, e ao multiculturalismo nacional.
A marca deixa as referências italianas de lado, mas aproveitam o ornamentalismo cultural da região para construir looks fantásticos.
Ao som dos grandes clássicos do mariachi e com uma primeira fila que incluiu a estrela de cinema italiana Sophia Loren, a primeira-dama do México, Angelica Rivera, e Carlos Slim, o homem mais rico do país e dono do Museu, as modelos desfilaram lindíssimos xales de seda bordados com flores que lembravam a icónica estrela do cinema mexicano María Féilx; vestidos de lantejoulas, casacos maxi e coletes com franjas, vestidos e sweaters com referências à Virgem de Guadalupe, e penteados em homenagem à pintora mexicana Frida Kahlo.
  
Em homenagem às semelhanças entre as culturas italiana e mexicana, a coleção da Dolce & Gabbana inclui uma camisa com as três cores da bandeira de ambos os países e um coração dourado no centro.
Coletes ao estilo toureiro e chapéus que remetem para o flamenco espanhol foram explicados por Stefano Gabbana na conferência de apresentação do dia anterior: o país é o ponto de união das raízes do México e Itália.
As roupas de Alta Moda e Alta Sartoria da dupla italiana apresentadas no Museu Soumaya também contaram vários capítulos da história e cultura do México, entrelaçadas com nostalgia, sensualidade siciliana e mundo millennial da marca.
 
As modelos vestiram vestidos com rendas pretas e toucados de flores, numa óbvia referência a Kahlo, e peças de alfaiataria com os laços e botões dourados do traje típico de mariachi.
Cristina Piccone encerrou o desfile, apresentando um vestido da marca italiana cujo tecido mostrava o trabalho do designer e artista brasileiro Romero Britto.
A próxima parada do tour de alta-costura da empresa poderá ser novamente Itália, em julho, em um dos esplêndidos palácios às margens do Lago Como, perto de Milão.