Coturnos soberanos

Botas sempre são um hit e dessa vez os coturnos reinam soberanos

1_dr-martensblack-and-white-boots-doc-martens-docs-dr_-martens-fashion-Favim_com-64941

Dos clássicos Dr. Martens, utilizados para compor os looks do pre-fall da Milly, a modelos bem luxuosos, como os da Louis Vuitton, os calçados imortalizados pelos punks voltam com força total.

O pioneiro Doc Martens

aniversario

Os coturnos da Doc Martens são objeto de desejo desde os anos 1970, quando os punks adotaram.

Esta bota surgiu em 1945, no final da II Guerra Mundial.

O Dr. Klaus Märtens era médico do exército alemão e machucou o tornozelo durante esse período.

Incomodado com as botas do uniforme oficial, desenhou um modelo mais confortável para sua recuperação, com um couro macio e sola acolchoada de material saqueado nas cidades quando a guerra acabou.

Dois anos depois, com a ajuda do colega de faculdade Herbert Funck, os dois iniciaram um negócio, usando restos de borracha da força aérea alemã.

E foi assim que a Dr Martens começou a ser vendida, com a maioria do público composto por donas de casa de mais de 40 anos.

Em 1952, o negócio tinha crescido tanto que eles abriram uma fábrica em Munique, na Alemanha, e em 1959 começaram a olhar para o mercado internacional associados ao grupo Griggs, que logo comprou a patente pra produzir os calçados no Reino Unido. Por isso muita gente acha que a origem real das botas é britânica,

O grupo acrescentou o pesponto amarelo, que virou uma das marcas da Doc Martens, e registrou o solado como AirWair.

Em abril de 1960 surgia a primeira versão oficialmente britânica: em couro napa, com 8 ilhoses na cor vermelho-cereja – usadas por carteiros, policiais e fazendeiros.

punks460

Depois foi a vez dos skinheads, seguidos pelos punks e new waves dos anos 1970, quando a Doc Martens caiu de vez no gosto dos jovens descolados ingleses.

A antiga fábrica na Inglaterra foi substituída por produção chinesa e tailandesa e, em 2007, ela acabou sendo reativada pra fabricação manufaturada de uma linha vintage.

 Coturnos na moda