Combinando Colares e Decote

Colares e gargantilhas garantem toque especial em qualquer visual

Principalmente em roupas de festa.

camisa colar

Os modelos e materiais podem ter mais destaque que a roupa, atualizando peças muito usadas apenas com um colar moderno.

O colo, onde o colar se posiciona, é a zona feminina que mais mantém o encanto, mesmo com o passar dos anos.

Não é a toa que para esta região do corpo são criadas as joias e bijuterias mais sensacionais do mundo.
A costureira francesa Coco Chanel foi quem criou os colares copiando jóias verdadeiras em réplicas acessíveis, feitas de correntes de metal barato, cristais e pérolas falsas – “Não importa o valor e sim o efeito”, dizia.
Mas para que o complemento não sufoque o principal, os decotes devem servir como uma moldura para o colar.

Decote radical

• Use colares que possam encher o espaço descoberto pelo decote ou pérolas longas que ajudam no efeito alongador

Decote reto

• Use gargantilhas justa ao pescoço

Decote drapeado

• Use colares simples em volta do pescoço ou gargantilhas

Decote rente ao pescoço

• Use colares justos ao pescoço ou caindo sobre o tecido.

Decote em “V” ou alças finas

• Use colares com muitas voltas e de material delicado.

Decote de um ombro só

• Não use colares e nem gargantilhas.

Decote tomara- que- caia

  • Qualquer tipo de colar, inclusive os bem volumosos.