A arte do presente

Razões para dar e receber

presente 6

Um presente serve para transmitir sentimentos dificilmente expressos em palavras.

Existem mil motivos para dar e receber.

Presentear é um sinal de atenção.

Um jeito de homenagear pessoas que de alguma maneira fazem parte da nossa história.

Para demonstrar afeto através de um objeto bem embrulhado e escolhido a dedo, é mais gostoso criar uma ocasião qualquer do que ficar esperando pela chegada de datas especiais.

Acima de tudo é preciso mostrar à outra pessoa a importância que ela tem para nós.

Ocupar com a nossa presença, na forma de um objeto, o espaço e o momento do outro.

Mas seja qual for o presente, a data e os motivos, uma dose rara de sentimento deve acompanhar cada pacotinho, tão evidente quanto um laço de fita ou tão secreto quanto o trabalho e a dedicação de achar o presente ideal.

O valor de um presente

KONICA MINOLTA DIGITAL CAMERA

Há presentes que surpreendem, que emocionam, que reconciliam, que resgatam, que vencem resistências, movem montanhas.

Para acertar em cheio, não se guie só pelo seu gosto. Se transporte para o mundo do presenteado pois o estilo dele é o que importa.

Presentear alguém é uma demonstração particularíssima de que entre tantas opções possíveis, um escolheu ao outro para compartilhar essa alegria. Uma emoção exclusiva e sempre bem-vinda.

O presente certo na hora certa é quase tudo que se precisa quando se está diante da pessoa amada.

Presentes despertam simpatia, derrubam barreiras, unem ou pelo menos aproximam.

A surpresa é um aliado importante para acertar no gesto.

Quem recebe um belo e totalmente inesperado presente fica vagando por instantes em um estado de choque. É o espaço suficiente para cativar.

Muitas vezes os melhores presentes são movidos pelas primeiras intenções.

O menos importante em um presente afetivo dado e recebido com o coração é seu tamanho ou o que custou. O valor do presente não está no preço, mas em como ele traduz o afeto ou consideração pelo presenteado.

Como regra geral use o bom senso escolhendo presentes dentro de uma faixa de preço razoável ao orçamento.

Fundamental é o que está sendo comunicado com o presente e o que vai ouvir da pessoa que receber este recado.

Não existem presentes proibidos, mas algumas escolhas podem se tornar inconvenientes.

Nunca presenteie com livros de autoajuda ou mimos com segundas intenções.

Roupas e acessórios são bem-vindos, desde que vistam no tamanho e no estilo do presenteado. Dar uma roupa maior ou menor pode sugerir desatenção ou uma mensagem cifrada tipo -estou te presenteando com este jeans pequeno para ver se você emagrece.

Perfume, só para repor. Não tente impor o se gosto olfativo nem para quem ama.

E tenha em mente que presentes nunca podem ser itens necessários e sim objetos de desejo. Por isto são chamados de presentes.